GDT é um espaço dedicado especialmente aos fãs da série Game of Thrones. Aqui você poderá criar seu próprio personagem, escolher sua lealdade e participar do famoso Jogo dos Tronos.
 
InícioPortalCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 A volta pra Casa

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Dianne Martell
Principe Martell
Principe Martell
avatar

Casa : Martell
Local de Nascimento : Dorne
Feminino Mensagens : 53
Data de inscrição : 08/07/2016

MensagemAssunto: A volta pra Casa   10.07.16 4:06

- Terra a vista! - gritou o imediato no convés, e Dianne correu direto pra ponta do navio, Dorne..., estava em Pentos quando uma estranha sensação a faz querer voltar, sentiu que algo ruim acontecerá e tratou de embarcar de volta casa. Trouxera tecidos, ervas e vinhos, uma variedade deles, seriam um presente para seu irmão, sabia que o Príncipe de Dorne adorava vinho tanto quanto ela.

- Senhora Dianne! Abençoados sejam os ventos que lhe trouxeram rapidamente! - gritava o Capitão da Guarda Real, Sor Daimon, um amigo antigo, que ajudou no treinamento da princesa.
- É o que parece - não pode conter a risada, desceu do convés e se apressou para dar um abraço no velho amigo - Sor Daimon, parece os anos o estão fazendo bonito - fingiu surpresa ao perceber os cabelos brancos - E velho também.
- Engraçada como sempre né Senhorita Dianne... Mas chega rodeios, o Conselho quer vê-la imediatamente - a jovem não pode conter a cara de tédio.
- Por que a mim? Acabei de chegar de viagem, por que não vão pertubar meu irmão? Ele é o Príncipe de Dorne - o homem fez uma cara séria.
- O assunto é sobre ele mesmo - O que aquele idiota fez agora?
- O que o palerma fez dessa vez?
- É melhor a senhora falar direto com eles -  Dianne não estava gostando de todo aquele mistério.
- Fala logo homem o que houve.
- Senhora...
- Fale agora Daimon ou não vou a lugar nenhum! - falou séria.
- Ele.. Sumiu.. O seu irmão sumiu - isso não a chocou
- Já procuraram nos bordéis? Com certeza ele deve estar lá...
- Dianne - o homem colocou as mãos nos seus ombros e olhava fundo em seus olhos - Ninguém achou ele até agora, e isso tem 1 ano.. - agora a princesa ficou chocada
- 1 ano?... - olhou de volta pro navio - Senhor Smir!
- Sim Majestade! - falou o intendente do navio.
- Traga Vento Quente - se virou para o capitão - Quero chegar ao castelo o mais rápido possível - Merda Luke!, pensou amargamente.

Cavalgou o mais rápido possível, deixando mais da metade da sua escolta para trás, menos Sor Daimon, ele ficava a alguns passos atrás, deu graças a Mãe Roine por estar com sua calça de couro. Assim que chgou ao castelo foi recebida pelo Alto Mestre.
- Senhora que bom que retornou...- foi interrompido pela princesa.
- Onde está meu irmão? - estava séria, queria bater nele, mata-lo se possível, não perdoria o sumiço do irmão.
- Nós não sabemos Princes Dianne, nós procuramos por toda Dorne, desde Lançassolar até Tombastella - o velho homem tentava acompanhar os passos apressados de Dianne -  Tentamos até mandar uma carta para senhora, mas não sabiamos onde estava.
- Eu estava em... - nem a mesma sabia responder a esta pergunta, estava em tantos lugares neste último ano, Essos, Bravos, Pentos, Vaes Dothrak... - Eu estava em Pentos quando embarquei pra cá.
- Sim senhora, mas temo dizer que talvez seu irmão abandonou Dorne...- a mulher parou de súbito e olhou para o Alto Mestre.
- Meu irmão nunca abandonaria Dorne, nosso pai não o criou assim, ele sabia de suas responsabilidades, deve haver alguma explicação...
- Talvez, mas Senhora Dianne... Já faz um ano... Não temos mais esperança de que vamos encontra-lo... Sinto muito.
- Mas eu não estava aqui neste um ano - voltou a andar, não queria acreditar, não podia, era seu irmão, o mesmo as vezes implicava com suas viagens e por não fazer seu papel de princesa - Os Daynes sabem do sumisso dele?
- Sim, mandamos uma carta a todos os vassalos, mas ninguém o encontrou - entraram na pequena Sala do Conselho.
Ouviu-se um grande alvoroso, todos falavam ao mesmo tempo, saudavam, rodeavam a princesa falando ao mesmo tempo.
- Senhores! Um de cada vez por favor! - teve que gritar para que se acalmassem.
- Estamos muito gratos que tenha retornado finalmente a Dorne, estávamos desesperados a procura de seu irmão, lamento Majestade, mas não o encontramos - falou o velho que Dianne supôs ser o tesoureiro.
- Mas como um homem pode sumir assim da noite pro dia? E ainda mais o Príncipe de Dorne!? - estava inquieta, não podia acreditar nisso.
- Não sabemos, mas têm uma carta endereçada a senhorita, uma serva encontrou quando arrumou o aposento do Príncipe... - o Alto Mestre entregou a carta a Dianne, que relutou em abrir, mas abriu.

Minha querida Dianne

Eu sei que você está com raiva de mim, sei que possivelmente quer me matar, mas não a culpo, muito foi me passado e só agora vejo isso, nosso pai pensava que eu era o escolhido pra liderar Dorne, mas ele estava enganado, não era eu o líder e sim você, você minha cara irmã, que viajou os quatro cantos do mundo, que treinou nos pátios de Lançassolar até ficar exausta, e eu a invejo por isso, você minha irmã, você deve liderar o nosso povo.

Sei que fará um bom trabalho, e nunca se esqueça, eu a amo do fundo do meu coração, assim como amo Dorne.


Havia mais coisa na carta, um último pedido, e esse pedido chocou Dianne.
- Senhora? - o Alto Mestre viu as lágrimas descem nos olhos da princesa.
- Ele quer que eu lidere Dorne, ele quer... Que eu seja coroada Princesa de Dorne - os homens da sala e olharam.
- Se é assim... Vida longa a Princesa Dianne! - e todos falaram em um unison.

Se passaram dois dias, e Dianne ainda não acreditava que seria realmente coroada Princesa e Dorne, sempre soube que a liderança de Dorne ficaria com seu irmão e não com ela, por isso viajava tanto, por isso ia a tantos lugares, nunca pensou que o irmão abandonaria Lançassolar, pensava que iria ter um herdeiro e ele reinaria, e não ela...
- Senhora, está na hora - falou o Alto Mestre de pé perto da porta.
- Sim - estava vestida adequadamente, cabelos soltos, um vestido estilo dornes, as costas abertas e com as cores dos Martells, amarelo e vermelho - Insubmissos, Não Curvamos, Não Quebramos - disse a mesma indo em direção a Sala do Trono.
Assim que a Coroa do Sol foi posta em sua cabeça todos se curvaram, a mesma falou o lema dos Martells em alto bom som e todos gritaram:
- Vida longa a Princesa Dianne! Viva! - e repetiram e alto bom som, e lá no fundo havia tristeza no coração da princesa.

ST: 500
HP:550
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
 
A volta pra Casa
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Uma casa de doces?! (missão)
» Ateh quim fim coloquei Net Na minha casa!!!!
» [Game Of Thrones] Teste qual a sua casa.
» ORAÇÃO DE SÃO CIPRIANO PRA AMANSAR E TRAZER AMOR DE VOLTA
» oração poderosa para trazer amor de volta ( acredite, dá muito certo )

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Guerra dos Tronos :: Westeros :: Dorne :: Lançassolar-
Ir para: