Pensamento complexo de uma pessoa comum

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Pensamento complexo de uma pessoa comum

Mensagem por Ormund Baratheon em 16.09.17 15:57


A fé é algo engraçado, você crê em algo que não pode ver, jura sentir algo que não pode comprovar pra si, vive atrelado aquele pensamento como se fosse algo maior que você, mas é algo que vive dentro de você, tão pequeno quanto o valor da sua existência. Havia sonhado noite passada, mais uma vez, viver em um tempo distante. Nos sonhos não sou Baratheon, não sou Lorde, não sou um guerreiro, sou apenas eu. Ironicamente a realidade não condiz com ela mesma, não é mesmo? Nos sonhos sou mais eu que eu mesmo.

Inclinei a cabeça para cima, o sol nos graciava por um momento, sem chuva. Todas as vezes que eu olho para o céu, imagino ver um Dragão. Gigantes, fortes, mágicos e esplêndidos animais, tão complexos como a arte. Ouvia os ventos correrem entre as rochas, lá do alto até a mais profunda caverna que sustenta Ponta Tempestade, ventos que sempre me lembravam o bater das asas daquelas criaturas. Pensava comigo mesmo enquanto caminhava.

Poucas vezes na vida usei a armadura do "Lorde Baratheon", aquela roupa era como uma Coroa nas Terras da Tempestade. Até hoje não consegui entender que meu pai se foi, e que não cabe mais a ele usar esta roupa. A expectativa passou a ser real, e eu vivo sempre nesse abismo de questões internas e externas, tentando encontrar o propósito de tudo isso, eu me atrelei estranhamente a uma fé que antes não tinha. Por muito anos estudei sobre os antigos e novos Deuses, ler sempre me fez bem, me fez pensar, refletir. Meu pai, que era a pessoa que sustentou a minha imagem de Herdeiro, que me colocou responsabilidades e expectativas, não estava mais lá, eu não tinha em o que crer nem o porque crer. Os antigos Deuses me atraem, porque como toda fé que deve ser sentida, a ideia de Deus estar crescendo como nós, agindo como a natureza do dia age, soprando junto dos ventos e agitado como o mar, é fácil de crer, você pode ver e sentir, basta tocar ou sentir a água salgada em sua pele.

Chegando ao meu objetivo, um bosque um tanto distante do castelo. Sentia uma sensação estranha de conforto, toda vez que olhava para ele, ou que tocava aquelas árvores. A sensação de compreensão que a natureza sempre trouxe, passava pelas belas folhas rosadas e aquele tronco escuro. Eu realmente precisava compreender tudo que estava acontecendo, por fora sempre mostrei segurança, mas por dentro me enchia de dúvidas. Passei algumas horas lá, logo em seguida voltei pelo mesmo caminho.


HP: 650/650
ST: 600/600

_________________


Spoiler:
avatar
Ormund Baratheon
Lorde Baratheon
Lorde Baratheon

Casa : Baratheon
Local de Nascimento : Ponta Tempestade
Masculino

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum