Ouça-me Rugir

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Ouça-me Rugir

Mensagem por William Lannister em 22.09.17 20:32

As celas do Rochedo ficavam em lugares tão profundos quanto as minas de ouro. Passaram por diversas portas onde tinha prisioneiros. Ladrões de Lannisporto, estupradores, assassinos e soldados corruptos. Em cada porta tinha uma pequena janela e dava pra ver os indivíduos lá dentro, sujos, e com roupas rasgadas. Este lugar fede a merda.  Se fossem pessoas honestas não estariam aqui, agora cumpram a suas penas. De fato o tal soldado John deveria ter feito algo muito ruim contra a Lady Lanna, pois o local de sua cela parecia que nunca chegaria.

- Prenderam o homem muito bem - Disse William ao soldado que os guiara até a cela.

- Sim, meu Lorde, John sempre fora grosseiro com todos. Isto é o mínimo que ele merece - O soldado era baixo e sua cara cheia de sardas, os cabelos castanhos e os olhos escuras, como o breu. A armadura o deixava mais imponente, porém ainda assim era um palmo mais baixo que o Lannister.

- Dizem que antigamente havia leões enjaulados aqui nas entranhas do Rochedo. Sabia disso Rowland? - Perguntou William.

- Já ouvi falar sim, senhor. - O rapaz vinha quieto e com a mão na bainha da espada. - Mas espero que todos já tenham morrido.

- Felizmente eles já desapareceram. Contudo, um pelo menos, poderia ter ficado vivo, teria muita carne pra ele comer aqui - Olhou para um preso deitado no chão.

- De fato, meu Lorde.

Chegaram até uma porta de carvalho negro. O soldado Lannister  se aproximou com o archote na mão e destrancou-a, logo em seguida entrou. William e Rowland entraram em seguida. No canto esquerdo dela estava o tal do John. Sentado no chão, os cabelos desgrenhados, usava apenas um pedaço de pano para cobrir as partes intimas. Era um homem grande e forte, definitivamente era um soldado. Quando od viu o prisioneiro se assustou.

- Oh Meu Lorde! - John dá um salto, corre em direção do Jovem Leão, e o agarra - Sabia que o senhor viria. Eu sabia! Uma pessoa como o senhor não deixaria eu ser mandado pra cá pela puta Lannister. Oh Deuses!

William dá um soco na cara de John, o soldado cai para trás, incrédulo. O Lannister o observa por um instante, sério e com um olhar severo.

- Senhor, me perdoe! Eu não queria ofender ninguém, mas a Lady Lanna foi grossa comigo!

- Grossa com você? Pelo que eu sei o grosseiro aqui é você. - Se aproximou, pegou-o e deu-lhe outro soco. Sangue escorreu pela sua boca. - Acha mesmo que irá ficar tudo bem depois de chamar minha cunhada de puta? - Mais um soco, desta vez na barriga.

- Meu.... Senhor... senhor - Estava ofegante - Ela é uma mulher! Nós não recebemos ordens de mulheres.

- Sim ela é uma mulher, seu desgraçado. Acha que eu não percebi? Mas ela também é uma LANNISTER - Estava gritando alto, até mesmo alguns soldados apareceram na porta para ver - Rowland pegue sua espada!

- Sim senhor - Osgrey tirou a espada da bainha e se aproximou alguns passos.

- Qual foi a mão que tentou bater em Lanna? - William realmente havia virado um leão

- Piedade! Meu Lorde, piedade - John estava chorando

- Responda agora!

- A direita! Foi a direita, mas eu...eu não tentei bater nela... eu somente a levantei

- Estique seu braço, será melhor assim - John esticou, com receio. Os olhos cheios de lágrimas. Eu deveria sentir dó dele, mas não sinto, pensou.

Em um golpe certeiro, Rowland arrancou a mão direita do braço de John. O ex soldado soltou um forte grito de agonia e dor. Se contorceu no chão enquanto o sangue jorrava do cotoco que anteriormente estava sua mão direita. O sangue da cor vermelho escuro brilhava com o fogo do archote. 


- Este é o preço que você paga John - William Lannister se agachou, molhou um dedo no sangue e passou no rosto do prisioneiro - Da próxima vez que eu ouvir alguma reclamação sua, você ficará eunuco e eu lhe mandarei ir a pé até a merda do Vale de Arryn!


- Enten...di meu Lorde - John olhava assustado para o Jovem Leão, enquanto o rosto de William estaca com o tom Sádico.


- Vamos Rowland - Se levantou e se dirigiu à porta - Já acabamos nosso trabalho hoje. E vocês aí - Fez um aceno para os outros soldados - Certifiquem-se que ele ficará vivo. John ainda tem que cumprir sua pena aqui na cela.


William Lannister e Rowland saíram da cela. Caminhando pelos corredores escuros, Osgrey limpava o sangue da espada. Um Lannister sempre paga suas dívidas, refletiu, Mas hoje foi John que pagou a dele.
avatar
William Lannister
Casa Lannister
Casa Lannister

Casa : Lannister
Local de Nascimento : Rochedo Casterly
Masculino

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum