Cervo Negro da Tempestade - A Caçada

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Cervo Negro da Tempestade - A Caçada

Mensagem por Ormund Baratheon em 23.09.17 23:24



Música para acompanhar a leitura do tópico:

Jon Connington

Uma semana da partida de Lorde Ormund Baratheon, e as coisas começavam a se acalmar. Poucas notícias tivemos do Lorde até agora, mas de certo nada de ruim lhe acontecera. Estava acompanhado com os melhores homens de Ponta Tempestade, e seu olhar carrasco de um verdadeiro Baratheon lhe protegia mais que cinquenta espadas.

As Terras da Tempestade estavam sobre meu comando, compartilhado com seu irmão, e agora meu irmão também, Lorde Edward Baratheon. Era certo que a presença de um legítimo Baratheon em Ponta Tempestade tornava tudo mais fácil, mais flexível e calmo. O sangue do cervo semeava o solo da Tempestade da forma mais convicta possível, e até os mais agitados homens ajoelhavam-se a essa soberania.

Os Deuses nos agraciaram com um belo dia de sol, raros dias entre as grotescas tempestades naquele lugar. Para não tornar dias limpidos para maricas apenas um dia sem trevas, os Baratheon tinham a tradição de caçar nas florestas próximas ao castelo, e matar todos animais que fossem vistos. Era uma das minhas partes favoritas em estar ali, o sentimento da caçada, da superioridade, e o controle da vida e a morte.


- Soldados, preparem-se para mais um dia de caça! Tratem os Javalis como Cervos Negros ao esmagar flores da campina. O homem que voltar sem uma preza, irá naufragar na baia como navios estrangeiros, serei eu mesmo a cortar a garganta. - Erguia o braço dando inicio aos preparatidos para caçada. Eram quase vinte homens preparados, montados e armados para o dia. Estava aguardando Lorde Edward, ansioso para chegar logo a mata.
HP: 650/650
Stamina: 600/600

_________________


Spoiler:
avatar
Ormund Baratheon
Lorde Baratheon
Lorde Baratheon

Casa : Baratheon
Local de Nascimento : Ponta Tempestade
Masculino

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cervo Negro da Tempestade - A Caçada

Mensagem por Edward Baratheon em 24.09.17 18:09

Ponta Tempestade tinha uma manhã atípica. O sol nascerá sozinho, sem nuvens carregadas muito menos trovões, apenas o canto dos pássaros orquestravam o dia. A umidade do ar estava baixa e uma boa brisa poderia ser sentida por qualquer um que saísse em sua janela. O que seria normal para outras regiões, era uma calmaria para nós das Terras da Tempestade e devo confessar que gostava daquele silencio monótono de vez em quando.

Uma caçada me havia sido proposta por Jon Connington, a ultima vez que tinha participado de uma fazia mais de duas semanas, então de certo aceitei . Já havia provado meu valor para os Selmy mas os soldados Baratheon só devem ter ouvido rumores sobre minha habilidade, por isso precisaria impressionar e nada melhor do que trazer a carcaça de um grande javali ou um alce.

Desci algumas horas antes em direção ao septo. Nunca fui muito ligado a religião, entretanto costumava fazer algumas preces ao Guerreiro sempre que buscava boa sorte em uma caçada. Depois andei em direção ao patio, peguei uma espada que estava jogada ao chão e inflige alguns golpes buscando aquecer meu corpo. Quando atirei com o arco e flecha vi que minha mira ainda estava calibrada portanto não haviam motivos para deixar Jon esperando por mais tempo.

- Vamos homens!-disse Edward enquanto testava o gume de sua espada- Nossa caçada foi abençoada com um bom tempo, temos que aproveita-lo.-coloquei meu cavalo a trote

HP: 550/550
Stamina: 500/500
avatar
Edward Baratheon
Casa Baratheon
Casa Baratheon

Casa : Baratheon
Local de Nascimento : Ponta Tempestade
Masculino

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cervo Negro da Tempestade - A Caçada

Mensagem por Ormund Baratheon em 24.09.17 21:20

Jon Connington

O trote se tornava uma cavalgada rápida, haviam alguns homens que cantaronavam, e o estrondoso cavalgar dos cavalos assustava grande parte dos pássaros na região. Antes mesmo de chegar a mata, todos deveriam largar de seus cavalos e começar os movimentos de separação. Ao descer do animal, pegava um arco-e-flechas, posicionava no cinto que envolvia meu tronco, e seguia em direção aos homens que se preparavam para descer.

O cheiro de terra molhada era facilmente perceptível, forte como só nas Terras da Tempestade poderiam existir. Podia sentir a terra fofa, mesmo com botas altas e firmes presas aos meus pés. Por um instante, observei em volta, altas árvores na sua maioria de troncos negros, Carvalhos selvagens, com espinhos e formatos desrregulares.


- A partir de agora, homens, iremos adentrar em formações de três membros cada. A maior carcaça capturada trará ao soldado dez barris de cerveja! - Uma risada alta, seguida de uma onda de risos dos homens ali presentes. - Sigam! - Uma ordem aos homens próximos a mim, que já se agrupavam em pequenos grupos para adentrar a mata. Estava pronto.
HP: 650/650
Stamina: 600/600

_________________


Spoiler:
avatar
Ormund Baratheon
Lorde Baratheon
Lorde Baratheon

Casa : Baratheon
Local de Nascimento : Ponta Tempestade
Masculino

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cervo Negro da Tempestade - A Caçada

Mensagem por Edward Baratheon em 25.09.17 19:03

Quando adentramos a floresta, fomos confrontados com os centenários carvalhos que tinham Ponta Tempestade como suas casas a muito mais tempo que a maioria dos homens vivos. Alguns animais já podiam ser vistos, mas carcaças de coelhos e de passarinhos só trariam vergonha a quem ousasse voltar com aquilo para casa.

Me foi ouvida a ordem dita por Jon, em grupos de três devíamos nos reunir. Os mais próximos a mim eram Sam, um garoto de cabelos negros que havia completado treze anos no dia anterior e vinha para sua primeira caçada, e Sor Criston, o Barba Longa, ele havia ganhado essa alcunha por ter jurado no dia em que se tornou cavaleiro de nunca mais cortar sua barba de ali por diante. Me uni a eles, ambos não eram nem de longes os melhores que haviam vindo na comitiva, entretanto Sor Criston tinha habilidade mais que suficiente para matar alguns javalis e cervos.

Perambulamos durantes alguns minutos mata a dentro, até que Barba Longa encontrou marcas chifres numa arvore próxima de nós. Quando olhei para o chão, avistei pegadas pequenas do tamanho de meu dedo indicador que pelo terreno lamacento ficavam claras. O jovem Sam parecia não entender nada, então fiz questão de ressaltar a ele "preste atenção nos detalhes, só idiotas andam a esmo". Ao caminhar por mais alguns metros, encontramos nossa presa, um esguio cervo se alimentando num raro terreno regular. Seus chifres eram tão curtos quanto seu dono e provavelmente não passavam um punhal em comprimento, deixamos aquela caça para o garoto de 13 anos.

Estávamos escondidos atrás de arbusto, mandei Sam preparar-se para lançar uma flecha. Por segurança Criston mirava o cervo para caso houvesse um eventual erro do primeiro tiro.

-Estabilize este arco ou passará longe de acerta-lo.- Edward falava para o garoto enquanto empurrava levemente sua mira para a esquerda- Pronto, atire.- a flecha transpassou a perna dianteira do animal que no reflexo de correr se atrapalhou e caiu deitado.

Um mar vermelho se espalhava pela grama verde no local onde o animal tombou. Numa ultima tentativa, o veado ainda distribuiria coices até o cavaleiro amarrar suas pernas. Imobilizado e gemendo de dor, ainda pode enxergar o Baratheon perfurar sua jugular buscando dar um fim a sua vida.

HP: 550/550
Stamina: 500/500
avatar
Edward Baratheon
Casa Baratheon
Casa Baratheon

Casa : Baratheon
Local de Nascimento : Ponta Tempestade
Masculino

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cervo Negro da Tempestade - A Caçada

Mensagem por Ormund Baratheon em 25.09.17 21:25

Jon Connington

A grama alta estava molhada, as constantes chuvas sempre deixavam traços indescritíveis em toda parte das Terras da Tempestade; Era manhã, mas não tão clara como nos campos de verão. O frio costumava atrapalhar em situações de cautela, mas era o grande charme da caçada, toda a dificuldade. Bebia um gole de rum, dentro de um cantil, para me manter aquecido. Meu grupo caminhava devagar, pelo lado oeste da linha formada pelos grupos, acho que éramos os mais distantes naquela área.

Me acompanhavam o velho Ronnet Foote, da Marca de Dorne, experiênte caçador de animais de grande porte, era um idoso lento, mas muito astuto e paciente, indispensável numa caçada. Ele tinha olhos negros, e cabelo castanho claro, uma mistura da família Foote com descendentes da Campina. Junto de mim e Foote, estava o jovem Grifo, Benect Strom, um bastardo das minhas terras, leve como uma pena, se movia rapidamente, como um batedor de prezas.

O som da terra abraçando as botas era o mais alto som naquele momento, os brutos da Tempestade se tornavam donzelas de Dorne na hora da caça, calmos e quietos. Estava com o arco-e-flecha, preparado em minha mão. Grifo apontou de longe um Javali bebendo água a uma poça, enquanto o velho Foote se escondia atrás de um arbusto a espreita, fitando o gordo animal. Me abaixei depressa, mas com muita calma, não queria que o porco notasse nossa presença ali, e engatilhei minha flecha em mira, no tronco do animal.


- Boa noite, jantar. - Pensei comigo mesmo, ao disparar a flecha. O som da arma cortando o vento foi deveras alto, o suficiente para deixar o Javali atento, mas não o bastante para reagir e fugir. Acertando sua costela, e ferindo algum órgão fatalmente. Só se pode ouvir um grungido mais alto que trovão, e as gargalhadas dos homens próximos a mim. Era o primeiro.
HP: 650/650
Stamina: 600/600

_________________


Spoiler:
avatar
Ormund Baratheon
Lorde Baratheon
Lorde Baratheon

Casa : Baratheon
Local de Nascimento : Ponta Tempestade
Masculino

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por Edward Baratheon em 26.09.17 22:39

Continuamos a vagar, aquele pequeno cervo servia para garantir que não voltaríamos de mãos vazias mas não era o que queríamos. A trilha continuava e passarinhos viam seus cantos serem estragados pelo zumbir de mosquitos. Quando deixávamos de prestar atenção na natureza por um instante, escutava-se Sor Criston cantarolando e contando ao Sam como havia sido sua primeira caçada.

Nos deparamos com um pequeno riacho, bebendo água nele estava um grande e majestoso cervo, provavelmente um daquele havia inspirado o brasão Durrandon, que posteriormente virou o Baratheon. Sua galhada era longa, tinham o tamanho de uma espada e cada um de seus cornos pareciam afiados e letais. A tão aguardada presa estava diante seus olhos, Edward preparou o arco e puxou a flecha, mas antes de solta-la viu o animal ser alertado quando Sam pisou em graveto. O cervo então levantou a cabeça procurando de onde vinha o barulho e após muito olhar correu em direção a floresta.

- Achamos o que estávamos procurando, soldados. -disse o jovem lorde enquanto ainda mirava o bicho.

- Talvez mais duas pessoas fizessem bem a nossa equipe. Porque se não derrubarmos uma besta daquelas no primeiro ou segundo tiro, seremos empalados por seus chifres!- Criston falava sabiamente.

- Vá, garoto.- toquei no ombro de Sam- traga Jon Connington, diga que achei o troféu perfeito.

HP: 550/550
Stamina: 500/500
avatar
Edward Baratheon
Casa Baratheon
Casa Baratheon

Casa : Baratheon
Local de Nascimento : Ponta Tempestade
Masculino

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cervo Negro da Tempestade - A Caçada

Mensagem por Ormund Baratheon em 27.09.17 20:37

Jon Connington

Estavamos retornando com carcaças o suficiente para alimentar um exército. Em partes estava orgulho, em partes sóbrio, e odiava estar sóbrio. Nenhum homem havia se ferido, e todos estavam cantarolando e contentes. Estava preocupado com Ormund, aquele desgraçado havia partido a quase duas semanas, e não mandava notícias de sua estadia em Porto Real. Não seria nada inteligente mostrar qualquer sombra de dúvida sobre o bem estar do Lorde Baratheon, naquele momento, todos os homens precisavam refletir a segurança em mim e Edward.

- Vamos comemorar a boa caça, e que nenhum dos senhores imbecís morrerá hoje! - Dava uma breve risada, causando um efeito em todos os outros.

Chegando próximo ao Castelo, um jovem mensageiro vinha me encontrar, dizia ter notícias de Porto Real e que eram urgentes. Meiste Thawin estava aguardando a mim e Lorde Edward no Grande Salão.
- Procure por Lorde Edward, faça-o ir até o Grande Salão, irei na frente. Evite causar pânico, garoto. - Seguiu.
HP: 650/650
Stamina: 600/600

_________________


Spoiler:
avatar
Ormund Baratheon
Lorde Baratheon
Lorde Baratheon

Casa : Baratheon
Local de Nascimento : Ponta Tempestade
Masculino

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cervo Negro da Tempestade - A Caçada

Mensagem por Edward Baratheon em 27.09.17 21:23

A noite chegou e Sam alegou que não havia achado Jon Connigton. Durante o tempo que o garoto passou fora, Edward e Criston conseguiram matar alguns javalis, não seria a caçada mais gloriosa pois a cabeça daquele enorme cervo que tinha visto outrora não tinha sido pega, contudo as carcaças adquiridas eram suficientes para satisfaze-lo. Quando se reagrupou com todos, percebeu que não havia nenhum ferido, o que tornava o retorno mais tranquilo e rápido.

Tinha resolvido andar mais devagar que o resto do pelotão, queria aproveitar para conhecer as redondezas das Terras da Tempestades. Passou alguns minutos observando até ser interrompido por um mensageiro.

- Lorde Edward, o meistre Thawin tem noticias urgentes de Porto Real!-montei meu cavalo novamente.- aparentemente são sobre Lorde Ormund!

Cavalguei o mais rápido que podia até o Grande Salão. As noticias não poderiam ser boas, pois se fossem não haveria tamanha preocupação de me ser entregue com tanta velocidade. Comecei a me questionar se ir para Porto Real, enquanto havia o assassino de Jaehaerys a solta não teria sido uma péssima ideia. Quando cheguei ao castelo, encontrei o meistre e Jon me esperando.

- O que foi que aconteceu? São boas ou más noticias?- perguntava Edward, temendo a resposta.

HP: 550/550
Stamina: 500/500
avatar
Edward Baratheon
Casa Baratheon
Casa Baratheon

Casa : Baratheon
Local de Nascimento : Ponta Tempestade
Masculino

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cervo Negro da Tempestade - A Caçada

Mensagem por Ormund Baratheon em 28.09.17 7:17

Jon Connington

O Grande Salão estava completamente vazio, era raro ocasiões na qual isso acontecia. Dois guardas estavam projetados na porta, evitando que qualquer pessoa entrasse ou ficasse próximo o suficiente da sala para saber oque se passava ali. O velho Thawin apesar de mal-cheiroso, era inteligente o suficiente para medir suas ações com cautela, aquilo não seria um exagero, realmente algo importante estava acontecendo.

Adentrei o salão de forma brusca, a preocupação já estava refletida sobre minha face como uma mãe a ter notícias do filho. O Meistre estava sentado sobre uma mesa lateral, onde geralmente a família Baratheon sentava, em seus banquetes e festins. Seu semblante era deprimente, como se alguém tivesse morrido na sua frente, era um senhor pra lá dos setenta anos, de fácil leitura e apesar de astuto, era bastante sentimental.


- O que houve, Meistre? Para formar uma situação como essa, acredito que algo grave. - Ao pronunciar tais palavras, notei também a entrada de Edward na sala, era oportunuo, o velho Meistre já haveria de contar oque estava acontecendo para ambos de uma vez só.

- Lorde Jon, Lorde Edward... Não saberia definir se são boas ou ruins... - Um instante para abrir o papel. - ..."Lorde Ormund Baratheon aceitou o desafio de representar Principe Valerion Targaryen, herdeiro legítimo ao Trono de Ferro, em seu Julgamento Por Combate, que determinará o sucessor de Jaehaerys"... - Meu rosto ficava incrédulo, que situação era essa que Ormund nos colocou?

- Ele é um grande imbecil, por que aceitaria uma coisa dessas? - Questionei, furioso.

HP: 650/650
Stamina: 600/600

_________________


Spoiler:
avatar
Ormund Baratheon
Lorde Baratheon
Lorde Baratheon

Casa : Baratheon
Local de Nascimento : Ponta Tempestade
Masculino

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cervo Negro da Tempestade - A Caçada

Mensagem por Edward Baratheon em 28.09.17 20:24

Não conseguia acreditar nas palavras proferidas por Meistre Thawin, quando olhei para o rosto de Jon Connington, ele parecia tão chocado quanto eu. A escolha do próximo rei com certeza é importante, contudo arriscar a harmonia de toda uma região parecia uma aposta muito alta. Nós das Terras da Tempestade já havíamos perdido Nikola Baratheon recentemente e quando ganhamos um lorde novo, podemos vê-lo falecer por brigas de terceiros.

- Tantos cavaleiros que adorariam lutar em nome de um rei, por que Ormund aceitou participar de uma loucura dessas?-comecei a me questionar que tipo de homem seria meu irmão. Se ele for um que abandona seu povo por honrarias, seria preferível que perdesse a luta para evitar que essa sua personalidade atrapalhasse a casa Baratheon futuramente.

- Sinto muito m'lord, mas o unico que pode responde essa pergunta é Lorde Ormund. - O abatimento no rosto de Thawin era perceptível para qualquer um que o olhasse.

- Diga ao menos quem será seu adversário.- falou Edward

- Aparentemente o campeão de Lady Maegelle será Lorde Lionel Lannister.-Nunca havia ouvido sobre suas habilidades, então esperei um posicionamento de Jon Connington.
avatar
Edward Baratheon
Casa Baratheon
Casa Baratheon

Casa : Baratheon
Local de Nascimento : Ponta Tempestade
Masculino

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cervo Negro da Tempestade - A Caçada

Mensagem por Ormund Baratheon em 28.09.17 21:11

Jon Connington

Estavamos próximos de vivênciar uma situação incoveniente, bastante para meu o gosto. Ormund foi imprudente, mas era dele tomar pra si toda responsabilidade, até das batalhas que não lhe cabem, era honroso, mas sua honra o cegava. Não sentia medo apenas pelas Terras da Tempestade, ou por Edward, mas também pela possibilidade de nunca mais ver meu grande amigo.

- Lorde Lannister não é famoso por suas batalhas, apenas por seu ouro. Talvez há uma possibilidade de não ser apenas uma burrice de Lorde Ormund. - Dizia aquilo no intúito de acalma-los, precisava tomar a frente da situação e como Ormund, absolver toda responsabilidade. - Estou certo que se de fato Ormund lutar contra o Lannister, não há de perder. Mas fora uma grande burrice do Cervo aceitar tamanho desafio pelos Dragões.

- Meistre Thawin, essa informação não poderá sair desta sala, nem hoje, nem amanhã, até Lorde Baratheon retornar a Ponta Tempestade, vivo. - Tomava do velho o papel, e jogava em uma lareira acesa próximo a grande mesa de carvalho. Olhava para Lorde Edward, com tom de solidariedade, sabia que o jovem não tinha vivido tanto a presença do irmão, e que era sua única família nesse momento. - Ele irá vencer, precisam de mais que um leão para derruba-lo.
HP: 650/650
Stamina: 600/600

_________________


Spoiler:
avatar
Ormund Baratheon
Lorde Baratheon
Lorde Baratheon

Casa : Baratheon
Local de Nascimento : Ponta Tempestade
Masculino

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cervo Negro da Tempestade - A Caçada

Mensagem por Edward Baratheon em 29.09.17 23:55

Aquela noticia me tomou de raiva e por isso achei sábia a decisão de impedir que ela chegasse ao ouvido de mais pessoas. Com certeza isto poderia ser usado para alimentar conspirações contra a nossa casa, pois não existem duvidas que muitos vassalos almejam o titulo de Protetor das Terras da Tempestade e enquanto os mais rebeldes veriam esse momento de instabilidade como oportuno para se rebelar, os mais covardes poderiam fazer alianças com os dorneses para nos derrubar futuramente.

A capital parecia ser tão traiçoeira quanto nas historias que eram contadas, em questão de meses acumularia a morte de um rei e um lorde em seu território. Porto Real era um ninho de cobras de fato, cada uma lutando para engolir a outra e ultimamente elas tem pegado grandes presas. Refletindo percebi que talvez os homens sejam muito mais perigosos que a fria lamina de uma espada.

- Sempre há como perder, Connington.-peguei uma jarra de vinho que estava sobre a mesa, enchi um copo e a bebi de vez.- Duelos mais improváveis já foram perdidos, sabes muito bem que em um julgamento por combate tudo pode acontecer.  

- Meistre, providencie de conseguir o resultado desta luta o mais rápido possível, precisamos nos preparar para qualquer uma das ocasiões.-dei um gole no vinho

-Não consigo compartilhar da mesma confiança,Jon.-disse Edward saindo do grande salão.
avatar
Edward Baratheon
Casa Baratheon
Casa Baratheon

Casa : Baratheon
Local de Nascimento : Ponta Tempestade
Masculino

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cervo Negro da Tempestade - A Caçada

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum