Dor

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Dor

Mensagem por Lyman Lannister em 13.10.17 12:34


Lanna


Era mais um dia ensolarado no Rochedo, Lanna estava na Sala do Lord, juntamente com Meistre Freyon e Bentley, o escudeiro de Lionel, Lanna passou a odiar o garoto com todas as forças, pois, ele era bobo, ingênuo e esquecido de mais -Onde está meu tio, Bentley? Lanna está sentada na cadeira do Lorde, Meistre Freyon está de pé a direita da Lady e Bentley está do outro lado da mesa voltado para Lanna, cabisbaixo

-Me perdoe, Milady, mas eu não vi, nem ouvi nenhuma notícia de Sor Melion O bufar de Lanna é bem audível -Como pode ser tão incompetente, você tinha uma, apenas UMA missão, localizar meu tio e trazê-lo até mim para saber que não o culpo, mas nem disso você é capaz.

Meistre Freyon está quieto e com o olhar voltado para o pobre garoto, Lanna havia mudado após os últimos ocorridos, o velho Meistre sabia que a antiga Lady Lanna nunca seria tão grosseira com um dos serviçais -Me desculpe, Senhora, fiz tudo o que pude, mas parece que ele evaporou Lágrimas surgem nos olhos de Bentley

-Tudo o que pode, ha, não me faça rir, você não sabe o quão nervosa estou Ela respira fundo leva a mão esquerda a testa, é notável o tremor em sua mão -Senhora, me desculpe por favor, não pretendia irritar a senhora Ela respira fundo e volta seu olhar cheio de fúria e desprezo para Bentley

-Mas está Bentley, você realmente está me irritando agora, cada suspiro e desculpa que dá me irrita, agora, aqui está o que eu quero que você faça Lanna dá um sorriso sarcástico -Você vai sair desta sala e vai atrás de meu tio, e não voltará sem notícias dele, caso o faça, hah, não haverá ninguém que consiga lhe proporcionar uma morte mais lenta e dolorosa Ela continua com um sorriso no rosto, fitando o pobre rapaz

Bentley está tão apavorado que não consegue falar, apenas curvar-se e sair da sala fechando a porta, Lanna senta-se novamente e volta seu olhar para Meistre Freyon -Você não aprova Ela nota o semblante desapontado no Meistre, ele volta seu olhar para Lanna -Me perdoe M'Lady, mas acho que está sendo dura de mais com o garoto, ele não tem culpa de seu tio ter sumido.

Ela revira os olhos e bufa -Incompetência e fraqueza, foram esses dois defeitos que nos deixaram na situação em que estamos, e eu, meu caro Meistre, não pretendo ser a responsável pela extinção desta grande e antiga casa, agora se não tem mais nenhum assunto para tratar, está liberado O Meistre entrega duas cartas para Lanna -Na verdade essas duas cartas chegaram, M'Lady.

Lanna pega as cartas e volta seu olhar para o Meistre -Vejo que ainda está aqui, pode ir, tenha um bom dia Meistre Ele se espanta -Mas, M'Lady eu Ela o interrompe -Tenha um bom dia, Meistre Lanna exclama com voz firme, Meistre Freyon se curva e sai da sala fechando a porta, ela suspira e começa a ler uma das cartas












HP: 550/550
ST: 500/500
avatar
Lyman Lannister
Casa Lannister
Casa Lannister

Casa : Lannister
Local de Nascimento : Rochedo Casterly
Masculino

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Dor

Mensagem por Ormund Baratheon em 13.10.17 14:02



O Cervo e o Leão

Partimos em viagem rapidamente, no cessar da chuva em Ponta Tempestade. Edward e Meistre Thawin ficariam responsáveis por nossa casa em minha ausência, e no auge da madrugada, segui junto aos vinte companheiros rumo as Terras Ocidentais. Senti que em parte estava fazendo o certo, cumprindo com minha palavra, não apenas por ser um Lorde como meu pai, e honrar cada passo que dou, mas também um pesar por deixar minha casa novamente, e meu povo sem a presença de seu Lorde. A paz que vivemos por um longo tempo parecia acabar junto ao Reinado de Jaehaeys I, ele levou consigo para cova toda calmaria que pairava por Westeros, e o caos se instalou de uma forma devastadora por meses até aqui, talvez ainda há de se estender.

Meu principal conselheiro Lorde Connington sempre dizia para levar comigo comitivas maiores ao sair da Tempestade, grupos pequenos de vinte a trinta homens poderiam ser seguros para uma viagem, mas não para estar em terras inimigas. Os Lannister's sempre tiveram fama de serem perigosos, com tanto ouro e articulações políticas, era difícil homens como nós compreender os movimentos ou intenções daqueles Leões. Porém, por mais perigosa que fosse essa visita, carregada de ressentimentos, cumpriria com minha palavra por mais que levasse a minha morte.


- Tyrek, acha que os homens precisam descansar? - Perguntei ao meu fiel guarda. Estavamos cavalgando a algumas horas, e o ritmo já havia diminuído, tanto os cavalos quanto os homens pareciam cansados.

- Lorde Ormund, seguiremos as ordens do senhor. Mas os cavalos precisam de tempo, ou poderemos perder alguns deles por desgaste. - Respondeu-me Tyrek, já diminuindo mais o ritmo de seu trote.

Parei em frente a coluna de soldados, que logo também estacionaram seus cavalos.
- Iremos parar por algumas horas, abastecer e alimentar os cavalos. - Disse em voz alta, já dirigindo meu cavalo para o lado de fora da estrada, rumo ao campo aberto, próximo a Porto Real.

A rota mais confiável era a Estrada do Rei, que desviava pela capital Targaryen e seguia para o Rochedo Casterly diretamente. Seriam cerca de vinte a trinta dias de viagem, mais dois meses longe de casa, no mínimo. Mas homens da Tempestade não se escondiam perante desafios, e aqueles vinte homens eram os mais valentes de toda Westeros, cumpririamos com a missão, por mais perigosa e complicada que fosse, pelo simples fato de manter nossa honra inabalável. Os Deuses agraciavam nossas terras com as maiores dificuldades, e venciamos todos desafios com punho de ferro.

Os dias iam se passando, evitavamos estalagens para não chamar atenção. Passamos por diversos lugares, castelos, cidades, vilarejos... Não apresentavamos os estandartes ou roupas Baratheon, para evitar qualquer tipo de situação de perigo desnecessária, pessoas poderiam se ferir, e perder homens não estava nos meus planos. Uma oportunidade de conhecer meus soldados melhor, foi estar naquela viagem, talvez estar tão alto me tivesse tirado o contato com os soldados que me seguiam, como antes tinha em Pedralmo. As coisas eram mais fáceis, isentas de problemas reais.

Estávamos já nas Terras Ocidentais, diferente das rochas rústicas da Tempestade, notava-se colinas altas, esverdeadas e montanhas em seu contraste. Era uma paisagem agradável, diria até um ambiente propenso para maricas, paradisiaco o suficiente para não desafiar guerreiros. Sentia-me estranho, apesar de nunca ter estado naquelas Terras, uma sensação nostalgica me tomou de fato, em praticamente todo momento em que viajavamos até Rochedo Casterly. Familiar talvez? Não seria possível. Chegamos próximos a Lannisporto, a cidade Murada. Olhava toda sua grandesa pelo horizonte, enquanto seguiamos para a estrada entre a grande montanha do Rochedo. A essa altura já estavamos todos trajados com uniformes e armaduras Baratheon, e os estandartes estavam suspensos, o maior perigo já havia passado, talvez. Para sermos recebidos no Castelo, precisavamos estar a altura de toda nobreza, e mostrar a grandiosidade dos Baratheon. Enfim, minha missão estava próxima do fim... Cumprirei com minha palavra, Lorde Lannister.
Considerações:
> Segui até a entrada do Castelo junto a toda minha comitiva. Estamos aguardando interação para entrar e seguir com o enredo;
> Foram usados 5 pontos de movimento, todos debitados na Stamina (-75).


HP: 650
ST: 525

_________________


Spoiler:
avatar
Ormund Baratheon
Lorde Baratheon
Lorde Baratheon

Casa : Baratheon
Local de Nascimento : Ponta Tempestade
Masculino

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Dor

Mensagem por Lyman Lannister em 13.10.17 16:09

Lanna

Após ler as cartas, Lanna continua sentada na cadeira do Lorde Merda, ameaçada pelos dois, se não enviar ninguém pra se ajoelhar pro merdinha mimado, a porcaria da fúria do dragão cairá sobre nós

Ela revira os olhos Se não foi para Dorne, estarei indo contra a vontade de meu marido, segundo a pirralha Ela serve-se de uma taça de vinho

Mal sabe ela que Lionel queria que os Lannister ficassem neutros na Guerra, é o que faremos Lanna levanta-se e olha pela janela, em direção a Lannisporto

Merda, vamos perder muito ouro na reforma Lanna avista uma pequena comitiva parada nos portões do Rochedo, não conseguia identificar de onde eram

Neste momento Lanna ouve batidas na porta -Entre Meistre Freyon entra -M'Lady, os Baratheon estão aqui, desejam falar com a Senhora.

-E o que os Baratheon querem aqui no Rochedo, bom coloque o Lorde e a comitiva dele nos quartos de hóspedes, depois que forem acomodados, leve-os até a Sala do Trono.

Meistre Freyon sai da sala e fecha a porta, Lanna continua com o olhar voltado para a comitiva Hora, hora, o que o Cervo poderia querer com a Leoa?

Lanna se dirige a Sala do Trono, ao chegar lá ordenou que quarenta soldados se colocassem dentro da sala ao longo das paredes, e assim é feito, ordena também que sua guarda pessoal, seis guardas, os mais bem treinados do Rochedo, se colocassem aos pés da escada de acesso ao Trono, e assim é feito

Lanna senta-se no Trono e aguarda o Lorde Baratheon, ou seu representante












HP: 550/550
ST: 500/500
avatar
Lyman Lannister
Casa Lannister
Casa Lannister

Casa : Lannister
Local de Nascimento : Rochedo Casterly
Masculino

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Dor

Mensagem por Ormund Baratheon em 13.10.17 17:20

O Cervo e o Leão

Estavamos dentro da toca dos Leões, os soldados pareciam apreensívos com tamanha cordialidade de Lady Lannister, tanto quanto eu. Foi preparado acomodações para os soldados em dormitórios Lannister, e quartos para mim e Tyrek, dentro do castelo. Retirei minha armadura, junto ao escudeiro que me acompanhava desde casa. Tyrek Swann adentrou meu quarto acompanhado de um soldado Baratheon, ainda estava no precesso de trocar o traje de "batalha" para uma roupa confortável.

- Lorde Baratheon, está certo do que quer fazer? - Questionou Tyrek, o guarda estava muito inquieto desde a chegada as Terras Ocidentais, alegando estarmos correndo perigo. Mas era leal de mais para me questionar abertamente, ou criticar minhas decisões.

- Estou certo do que deve ser feito, Swann. Lady Lannister me aguarda no Grande Salão, não preciso de acompanhantes. Não viemos em busca de guerra. - Respondi, já abotoando o gibão negro com detalhes dourados.

Sai do quarto acompanhado por todos, e mais dois homens posicionados a porta começaram a nos seguir. Casterly Rock era deslumbrante, não se parecia com um castelo de guerra, ou uma fortaleza, de dentro. Era repleto de detalhes luxuosos e ouro em detalhes minusculos. Até as armaduras dos soldados estavam repleta de detalhes minimamente planejados e bem feitos, em outras circunstâncias consideraria que eram soldados preguiçosos, nunca prontos para uma guerra, mas são os Lannisters, seu ouro era de fonte quase infinita.

Me posicionei a frente da porta do grande salão, Tyrek carregava Garra de Leão embainhada em sua capa original, entregou para mim. Acenti com a cabeça para os soldados na porta abrirem para que eu pudesse entrar, enquanto meus homens ficaram parados atrás de mim, sabendo que eu entraria sozinho lá. Caminhei lentamente, e de longe avistei Lady Lannister sentada em sua cadeira. Notei diversos soldados posicionados nas paredes da sala, poderia ser morto a qualquer momento, mas isso não me importava mais, já tinha ido longe de mais.


- Lady Lannister... - Uma breve reverência. - É um prazer conhecê-la. - Parei a frente, aguardando uma resposta.
HP: 650
ST: 525

_________________


Spoiler:
avatar
Ormund Baratheon
Lorde Baratheon
Lorde Baratheon

Casa : Baratheon
Local de Nascimento : Ponta Tempestade
Masculino

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Dor

Mensagem por Lyman Lannister em 13.10.17 19:50


Lanna

"Lanna continuava sentada no Trono William e Lyman estavam com ela -Até que enfim terminou este maldito julgamento, não aguentava mai ver o rosto daqueles merdas Lyman sorri aliviado

-Ainda não acabou Lyman, sinto que ainda teremos muitas tribulações pela frente, esta foi somente a primeira Lanna volta seu olhar para William -Por que está tão quieto William, pensei que estaria querendo festejar após a vitória.

William volta seu olhar para Lanna -Com todo o respeito, Lady Lanna, mas creio que a Senhora não sabe de toda a verdade.

Lanna levanta a sobrancelha esquerda -Que verdade? William levanta-se -A verdadeira identidade do assassino de Lionel Lanna revira os olhos -Lionel está morto, por culpa dele mesmo Ela se levanta e começa a descer os degraus da escada de acesso ao Trono

-Foi Lorde Baratheon, M'Lady, foi ele quem matou Lionel Lanna para imediatamente -eu já disse que isso não importa mais Ela continua andando Aquele bárbaro, bom, ele terá o que é dele"

A porta da Sala do Trono é aberta, fazendo com que Lanna desperte de suas lembranças, ela se endireita no Trono, observa ele entrar e revira os olhos

-Sabe, Lorde Baratheon, eu esperava que um homem bárbaro e bêbado entrasse por aquela porta, pode imaginar o quão desapontada estou? Ela sorri sarcasticamente

-Um prazer conhecer-me, aposto que diz isto para cada mulher com quem fala O sorriso some e agora um olhar de desdém é lançado para Lorde Baratheon

-Diga-me, qual o motivo da sua tão Ela respira fundo e volta seu olhar para o teto, buscando um termo adequado, ao achar volta seu olhar novamente a Lorde Baratheon -Agradável O sorriso sarcástico volta ao rosto da Lady

-Veio esfregar em meu rosto que, graças ao Senhor, sou agora uma viúva? Seu tom de voz é normal e calmo, mas suas palavras são afiadas








HP: 550/550
ST: 500/500
avatar
Lyman Lannister
Casa Lannister
Casa Lannister

Casa : Lannister
Local de Nascimento : Rochedo Casterly
Masculino

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Dor

Mensagem por Ormund Baratheon em 13.10.17 20:17

O Cervo e o Leão

Todo o salão era repleto de ouro, o próprio piso era composto por pedras lisas que refletiam o dourado de tudo que estava compondo a grande sala, dando uma impressão de glória imersa em luxúria. Lady Lannister vestia uma longo vestido preto, com joias que eu mal podia distinguir sua origem ou nome apenas por olhar. Sua personalidade era ríspida, mas quem poderia julga-la? Estava a frente o assassino de seu marido, pai de seus filhos. Se os olhos dela refletissem a dor igualável ao desespero de Lorde Lannister no momento de sua morte, a reciprocidade do imenso sentimento estaria amordaçando seu coração e esmagando-o. Proporcionar tamanha dor a alguém era um crime que jamais me perdoaria por ter feito.

Se passaram meses desde a morte de Lionel, e a feição de luto era nítida em todo o lugar. Talvez a morte de um Lorde seja uma grande perda, mas de um Jovem Lorde, uma dor irreparável para família e seu povo. Vivi grandes perigos nos últimos meses, garantindo minha glória antecipadamente, e me assegurando que Edward ou Jon poderiam suprir minha ausência, mas de fato, a dor que qualquer partida causa inunda até os mais preparados reinos.


- Figuras tão importantes quanto vossa graça, M'lady, são de grande prazer conhecer... Desejaria que em circunstância diferentes. - Respondi, em meio a uma sequência de provocações, mas compreendi sua postura, e esperava até algo pior.

- Espero que compreenda que minha luta contra Lorde Lannister não fora um embate pessoal... - Uma pausa curta, para encontrar as palavras certas dando continuídade ao diálogo. - Ele lutou bravamente por sua causa, e eu pela minha. Pelo nome Baratheon, nome de meu pai antes de mim, jurei perante Lionel e os Deuses que honraria sua morte, e garantiria que seu corpo fosse devidamente velado por sua família. E estou aqui hoje, para devolver sua espada, como prova de minha eterna feição e respeito por seu nome. - Estendia as mãos, segurando a espada Garra de Leão a frente. - Prometi em seu leito de morte que protegeria sua família, e deixo claro que minha palavra vale mais que uma disputa entre Dragões.

HP: 650
ST: 525

_________________


Spoiler:
avatar
Ormund Baratheon
Lorde Baratheon
Lorde Baratheon

Casa : Baratheon
Local de Nascimento : Ponta Tempestade
Masculino

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Dor

Mensagem por Lyman Lannister em 13.10.17 21:23

Lanna

Ela cerra os olhos e balança sua cabeça positivamente para um guarda, o mesmo pega a espada das mãos de Lorde Baratheon e verifica -É original, M'Lady.

Ela volta o olhar para Lorde Baratheon, sua desconfiança era nítida -Então, os homens das Terras da Tempestade realmente podem ter honra, isto realmente é uma surpresa.

Lanna continuava com um sorriso sarcástico no rosto -Suas palavras realmente são muito tocantes, Lorde Baratheon, estou quase acreditando no Senhor

Ela suspira Merda, a morte de Lionel não foi toda culpa dele, a culpa foi daquela vagabunda Targaryen, além do mais, estamos precisando de aliados, pense Lanna, meu pai sempre me disse que, de vez em quando, precisamos fazer sacrifícios e trabalhar com quem não gostamos, pelo bem de nossa família

-Mas, como sinal da minha gratidão, o Senhor poderá permanecer no Rochedo o tempo que achar necessário, e não será atacado enquanto estiver aqui Ela está visivelmente relutante com sua decisão

-Diga-me, por que mais está aqui, além da duvidosa vontade de nos proteger, é claro Lanna tenta, mas não consegue acreditar em Lorde Baratheon, talvez seja sua raiva a cegando, pois ele só confirmou o que ela sabia, a morte de Lionel não foi por motivos pessoais

Ela está com o olhar fixo em Lorde Baratheon, assim como todos os guardas que se encontram na sala








HP: 550/550
ST: 500/500
avatar
Lyman Lannister
Casa Lannister
Casa Lannister

Casa : Lannister
Local de Nascimento : Rochedo Casterly
Masculino

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Dor

Mensagem por Ormund Baratheon em 14.10.17 12:17

O Cervo e o Leão

Um soldado Lannister muito bem trajado se aproximou, ele vestia um elmo então não pude identificar seu rosto ou características físicas, apenas sua voz em confirmar a veracidade da Espada Lannister na qual eu portava. Lady Lannister desconfiava claramente de minhas intenções, mas de alguma forma, não sentia mais perigo, acredito que a mesma passou a aceitar minha causa como real, e não como um plano para atingi-la. De fato desde que o mundo é mundo, os Lorde brigavam entre si, por terras, nomes e títulos, mas a história não registrara nem por um momento conflito entre Leões do Rochedo e Veados da Tempestade.

- Honra é oque me proporciona em reconhecer minhas sinceras intenções, M'Lady. - Pronunciei ao entregar a espada para o soldado Lannister.

- Não há realmente o porque não acreditar, nunca fomos inimigos e não busco nada mais que uma boa relação. Pude ver a vida deixar os olhos de Lionel Lannister, e algo mudou a partir dali. - Encarava diretamente os olhos da mulher. - Não há realmente qualquer inteção obscura em minha presença, apenas cumprirei a promessa feita ao falecido Lorde, e protegerei sua família como minha. - Finalizei, aguardando uma posição.

HP: 650
ST: 525

_________________


Spoiler:
avatar
Ormund Baratheon
Lorde Baratheon
Lorde Baratheon

Casa : Baratheon
Local de Nascimento : Ponta Tempestade
Masculino

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Dor

Mensagem por Lyman Lannister em 14.10.17 13:34

Lanna

Ao ouvir novamente sobre a morte de Lionel os olhos de Lanna se enchem de lágrimas, mas ela pisca rapidamente e desvia o olhar

Ele diz que veio em paz, mas continua lembrando-me que matou Lionel, como se estivesse cantando vitória, mas tenho que permanecer forte, prendê-lo seria um ato de guerra, e isso apenas nos levaria a ruína

Ela volta o olhar para Lorde Baratheon -E como pretende nos proteger, Lorde Baratheon?

Lanna sorri -Nossas fortalezas estão a quilômetros de distância uma da outra, nossas terras não fazem fronteira, a viagem até aqui durou o que, dias, meses? Ela possui um olhar sarcástico e desacreditado

-Digamos que aconteça algo conosco e precisemos de sua ajuda, Lorde Baratheon, como acha que chegarão a tempo de evitar o pior? Lanna está com feições de dúvida

-O Senhor não possui dragões, seus cavalos não são mágicos, não existem aves grandes o suficiente para carregar um homem adulto.

-Por isso repito minha pergunta, Lorde Baratheon, como pretende nos proteger?

Lanna está com o olhar fixo no Lorde








HP: 550/550
ST: 500/500
avatar
Lyman Lannister
Casa Lannister
Casa Lannister

Casa : Lannister
Local de Nascimento : Rochedo Casterly
Masculino

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Dor

Mensagem por Ormund Baratheon em 14.10.17 14:05

O Cervo e o Leão

Lady Lannister se mostrava inquieta, por mais que aceitasse aquela situação de forma pacífica e cordial, suas palavras eram afiadas como uma faca, e seu ceticismo saltava sobre mim a cada questionamento. Com o tempo, percebi que ela estava se deixando levar pelo sentimento, a situação não era difícil apenas para mim, para ela era muito pior. Precisava manter a postura, a paciência e principalmente a delicadeza ao lidar com aquela situação, sabia que não havia de ter conflitos que colocassem a mim ou meus homens em perigo fatal, mas minhas intenções eram tão sinceras que realmente precisava estar lá, e convencê-la de minha intenção real.

- Apenas a notícia de uma aliança Lannister-Baratheon já faria com que qualquer inimigo recuasse. Querendo ou não, Lady Lanna, temos os maiores exércitos de toda Westeros. - Dei dois passos para frente, ficando próximo dos degraus ao pé do trono. - Posso também não ser mágico, senhora... Mas incansavelmente me esforçaria para mantê-los mais seguros que naturalmente estão, em seu lar. - Finalizei.

Os soldados pareciam reagir a minha aproximação, mas não o suficiente para me censurarem. Queria olhar o mais perto possível os olhos daquela mulher, porque só assim, poderia refletir toda sinceridade sobre meus sentimentos naquele momento. Um verdadeiro homem honroso, diz mais por seus olhos do que pelas palavras, a confiança real reflete as janelas do interior, e tudo a partir dali, não necessita mais de palavras para ser exposto.
HP: 650
ST: 525

_________________


Spoiler:
avatar
Ormund Baratheon
Lorde Baratheon
Lorde Baratheon

Casa : Baratheon
Local de Nascimento : Ponta Tempestade
Masculino

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Dor

Mensagem por Lyman Lannister em 14.10.17 14:38

Lanna

Ela abaixa sua cabeça e volta seu olhar para seu colo Por mais que eu não queira admitir, ele está certo, uma oportunidade como esta não costuma ser dada duas vezes, poderei fazer algo sobre a morte de Lionel quando o perigo maior passar

Ela respira fundo Parece que terei que engolir meu orgulho, por meus filhos e por esta casa, gostando ou não, este é um sacrifício que serei obrigada a fazer

Lanna levanta a cabeça e volta seu olhar para Lorde Baratheon -E como pretende selar esta aliança?

-O olhar do Senhor me reflete sinceridade, não posso negar, mas palavras não serão suficientes para os outros Lordes Lanna percorre a sala com os olhos e os volta novamente para Lorde Baratheon

-Mas poderemos tratar deste assunto outra hora, Lorde Baratheon, como já havia dito, o senhor é meu convidado e pode ficar o tempo que achar necessário, agradeço muito pelo ato.

Ela respira fundo e tenta abrir um sorriso sincero, mas tudo o que consegue é um sorriso triste e cansado, ela se levanta -Se isto é tudo, tenha um bom dia

Ela está com o olhar voltado para Lorde Baratheon










HP: 550/550
ST: 500/500
avatar
Lyman Lannister
Casa Lannister
Casa Lannister

Casa : Lannister
Local de Nascimento : Rochedo Casterly
Masculino

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Dor

Mensagem por Ormund Baratheon em 14.10.17 19:20

O Cervo e o Leão

A noite estava próxima, e não tinha tido tempo nem disposição de descansar desde a chegada ao Rochedo Casterly. Cumprir com parte do meu dever causou um subito cansaço, talvez a adrenalina de estar ali, presente, estivesse me mantendo ativo e significativamente habil para continuar dialogando com Lady Lannister. Ela havia parecido uma ríspida Lannister, como às lendas diziam, mas seus olhos entregavam que era apenas uma forma de se proteger de tudo que estava acontecendo.

- Não imagino em algo que nos comprometa a um laço, mas minha palavra é o de maior que posso oferecer neste momento. Acredito que pensaremos em algo, e que confiará em mim, e em meu nome. Teremos tempo para conversar, Senhora Lanna, e agradeço por mim e todos meus companheiros sua agradável hospitalidade. - Respondia, novamente reverenciando a moça, me dirigindo então para o lado de fora do salão.

HP: 650
ST: 525

_________________


Spoiler:
avatar
Ormund Baratheon
Lorde Baratheon
Lorde Baratheon

Casa : Baratheon
Local de Nascimento : Ponta Tempestade
Masculino

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Dor

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum