Volta e Festejos

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Volta e Festejos

Mensagem por Koude Swann em 14.10.17 19:40

Koude Swann

Koude seguia cavalgando na frente de seu exército, mas agora não era em direção à batalha e sim aos festejos.

Faltava pouco para chegarem a Pedrelmo. Os homens já festejavam cada um a sua maneira no caminho de volta e era difícil conter a animação. A sensação da vitória era uma droga e um veneno no coração dos homens, mas era extraordinariamente boa.

No meio daquela excitação, Koude trocava palavras com Ou Ki e Bjorn e ria descontraidamente. Até que um homem chegou avisando que Meistre Klicius queria falar com o lorde. Koude se dirigiu até onde o velho e cego Meistre estava.  

-Meu Senhor. Sei que pode não ser o melhor momento, mas poderia me dizer o por que Leif e Irvine não estão conosco nessa volta? – Perguntou “Mesmo cego ainda sabe das coisas, ótimo seu velhinho, mas tem coisas que seria melhor você não querer se envolver

-Quando estivermos em Pedrelmo eu te falo o porquê.- E deixou o Meistre para trás.

Andaram mais alguns minutos até se depararem com as muralhas de Pedrelmo. As muralhas davam uma sensação estranha, totalmente vazia, como se ninguém estivesse naquele castelo. O Lorde sorriu “Habilidosa como sempre Ash” e eles continuaram a se aproximar, quando estavam quase na porta do castelo Koude desmontou e assubiou.

Soldados apareceram no amurado carregando consigo arcos e pedras, além disso ainda escondidos tinham óleo quente, blocos de madeira e palha para queimar. O portão se abriu e uma formação de soldados com um canhão apontado para fora se revelou, a frente deles uma bela mulher, com cabelos loiros e poderosos olhos marrons, estava ereta em frente aos homens com apenas uma armadura leve cobrindo seu corpo, duas espadas curtas presas em sua cintura. Uma tatuagem negra cobria seu olho esquerdo.

Aquela era Ashtar, uma das mercenárias mais habilidosas que Koude já conhecerá. Sua determinação e controle eram enormes e seus homens estavam preparados para as mais suicidas das missões.

-Bem vindo de volta Koude. Espero que não tenha sentido minha falta em combate. –Disse alto o bastante para todos os soldados ouvirem.

-Não Ash, não sentimos sua falta. E pelo visto vocês não tiveram nenhum problema também.

--------
Já era noite e os festejos ainda não haviam acabado. Soldados brindavam, lutavam e faziam jogos no pátio do castelo. Já Koude estava no salão principal do castelo, reunido com seus oficiais e os melhores homens de seu exército numa festa particular. Virava copos e mais copos de bebida e gritava e recebia insultos.

Ashtar e Ou Ki disputavam entre si uma luta amadora que se mantinha equilibrada, mas de vez em quando eles se empolgavam demais e acabavam acertando de leve alguém de passagem ao redor.

Postas de carne eram divididas entre os homens e um cantor animado cantava alto o bastante para ser ouvido mesmo em meio à confusão do salão.

Uma provocação mais forte e alta foi ouvida por Koude que se levantou na hora, ia se preparar para entrar em combate com apenas uma faca e bêbado, mas sentiu um toque em seu ombro e parou. Um cavaleiro trazia Meistre Klicius consigo. Koude puxou duas cadeira para um canto mais afastado e ele e o velho Meistre se sentaram.

-Senhor, poderia me dizer agora porque dois dos nossos comandantes não voltaram?

-Nossos não Klicius, meus comandantes, você ainda está abaixo deles na hierarquia. - Disse em tom acido e forte.- Mas, você é um ótimo meistre, então sim, posso te dizer.

O velho se concentrou para ouvir com perfeição.

-Eu os mandei para Ponta Tempestade.

O barulho da festa estava mais fraco agora. Ashtar e Ou Ki se aproximaram do velho. Bjorn foi em direção a porta e a fechou e trancou.
-Porque manda-los agora Senhor? Sei que quer Portonegro para si, mas podia pedi-lo depois, fazer isso pessoalmente. – O velho estava nervoso, mas não se deixava abater. - Não seria melhor você mesmo pedir no lugar de Leif e Irvine?

Koude riu alto e levou a mão ao rosto.

-Apenas Leif vai fazer o pedido. E de forma sutil e inteligente o bastante para me dar margem de ir pedir pessoalmente, quantas vezes acha que já o mandei para negociar por mim quando estava em Essos? –O acesso de riso já parava e Koude olhou para os olhos de Ashtar, a mulher rodou a faca em seus dedos e encostou de leve nas costas de Klicius – Irvine tem outra função...

-Ele vai ser meu espião em Ponta Tempestade.

Koude observava o Meistre com total atenção. “Vamos ver se é confiável mesmo Klicius, não me desaponte”. Surpreendentemente o meistre não reagiu assustado ou sequer surpreso, mas sorriu maliciosamente.

-Tem coragem de falar isso assim? Os soldados aqui não são todos leais aos Baratheon? – Ashtar apertou um pouco mais a faca nas costas do meistre, mas ele não mudou sua expressão, na verdade parecia se divertir.

-Aqui estão apenas soldados selecionados, apenas aqueles que estiveram comigo em Essos. São leais a mim e meu bando antes de tudo. E você Klicius? Está comigo?

Meistre Klicius sorriu malicioso e se reencostou sobre a faca em suas costas. – Sabe muito bem que vim servir aqui por vontade própria, meu Lorde. – Balançou a mão pedindo um copo de qualquer bebida- Por isso devo alerta-lo, esse método para descobrir lealdade é bem ruim.

Koude sorriu e Ashtar retirou a faca das costas do Meistre “Então minhas suspeitas estavam certas”. Um copo de cerveja chegou até o velho meistre e os festejos voltaram.

-Ashtar, corte meu braço. – Mandou o Lorde e a mulher realizou rapidamente o corte derramando sangue. – Você deu sua prova de lealdade muitas vezes e mais uma agora, essa foi a minha prova para você meistre. Agora, pode tratar esse novo ferimento?

O meistre balaçou a cabeça “Agora pelo menos parece surpreso por algo” e foi até Koude, ordenou que seu material fosse trazido até o salão, ordem cumprida com velocidade.

-Se me permite continuar a perguntar mesmo após esse péssimo teatro. Você não era leal a Ormund? Aquele papo de amigo de infância? – Perguntou Klicius começando o tratamento.

-Eu sou leal, não trairia Ormund por nada nesse mundo, ele é meu irmão mesmo sem ter meu sangue. E o mais próximo a uma família que me restou... Mas, esses são os pensamentos de Koude Swann, o lorde de Pedrelmo. E eu sou mais que apenas Koude Swann, sou também Koude o Cisne Branco, o líder mercenário do bando do Cisne Branco, tenho que me manter informado e a par de tudo... É assim que se luta guerras de verdade.

Hp: 530/550
St: 485/500

_________________
Tão Alto quando o Sol
avatar
Koude Swann
Lorde Vassalo
Lorde Vassalo

Casa : Swann
Local de Nascimento : Pedrelmo
Masculino

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Volta e Festejos

Mensagem por Koude Swann em 15.10.17 14:37

Koude Swann

Acordou com a cabeça, os braços, as pernas, as costas e todas as partes imagináveis do corpo doendo. A visão ainda rodava um pouco e a garganta estava seca. Tentou se mexer na cama e esbarrou em um corpo, quando olhou direito viu que tinham 3 pessoas consigo na cama, duas mulheres e um homem. Se levantou com cuidado, estava sem camisa, com rasgos por toda a calça e o curativo do corte feito no braço tinha saído e o ferimento voltado a sangrar um pouco.

Se levantou ainda cambaleando e foi até estavam suas roupas e separou uma qualquer."O quanto eu bebi para ficar assim?" Se vestiu rapidamente, uma calça de linho preta e uma camisa branca simples e sem mangas, quem olha-se diria que ele era um servo e não o lorde.

Desceu até o patio de Pedrelmo, ainda bagunçado pelos festejos da noite anterior, e desviou dos obstáculos até o campo de treinamento do castelo. Alguns poucos cavaleiros treinavam, todos eles do grupo de Ashtar, e a própria trocava golpes com Ou Ki e mais dois simultaneamente, a velocidade com a qual rodava as facas e golpeava era suficiente para deixar Koude tonto.

-Tão cedo e já na arena? -Hotter, o mestre de armas perguntou ainda bocejando. Arena era o apelido dado ao lugar pelo hábito do Swann de realizar pequenos "torneios" no local, torneios que consistiam em reunir vários de seus cavaleiros e seus comandantes, joga-los dentro do patio ao mesmo tempo e todos começarem a se golpear. -Quer que eu separe uma proteção? - Koude balançou a cabeça em negativa e pegou uma espada de treino qualquer.

Adentrou a arena e logo tinha um cavaleiro tentando acerta-lo, mas não foi difícil pro Swann desviar o golpe, mas a tontura impedia o lorde de contra-atacar rapidamente. Depois de alguns minutos de treino a adrenalina foi recuperando os sentidos de Koude e ele conseguiu se recuperar na luta. No final derrubou o cavaleiro sem dificuldades com uma inversão rápida.

-Que tal um desafio de verdade? -Ashtar chegou perguntando e nem deu tempo de Koude responder, a faca passou perto, mas o golpe foi desviado.

A disputa continuou entre os dois de forma intensa, muito mais intensa que o normal, havia uma frustração em Koude que ele queria se livrar, lâminas batiam e rebatiam em alta velocidade vindas de cima, de baixo, dos lados e em diagonais e rotações ousadas. -Foi tão decepcionante assim o reencontro com Ormund. -Ashtar perguntou em meio a briga e deu um estalo no Swann. Os golpes passaram a ser ainda mais pesados e ousados e mesmo assim nenhum deles conseguia acertar o adversário. Eles sem mantinham num frágil equilíbrio de combate.

-Vocês já estão a vários minutos assim? Querem parar não, ou no mínimo ter a decência de alguém perder? - Ou Ki gritou para eles, mas mesmo assim eles continuaram sua briga.- Talvez eu deva acabar com isso.

E o Dothraki invadiu o combate num salto e separou os dois.

Koude resolveu descansar após toda aquela luta e se encostou numa parede qualquer. Enquanto tomava ar um cavaleiro acompanhado por meistre Klicius se aproximou "Você sempre aparece quando estou quieto. Parece que é proposital". o velho meistre trazia uma carta em mãos.

-Meu Lorde, essa carta chegou vinda de Jardim de Cima ontem de noite. Resolvi não te mostrar na hora porque você estava ocupado demais testando minha lealdade e afogando a frustração do pouco tempo com Ormund e de ter afastado seu melhor amigo.- Koude suspirou e pegou a carta. - Lorde Tyrell está realizando um torneio e nós fomos um dos convidados, não vejo motivo para fazer a desfeita e não ir, o problema...

-É chegar a tempo. Eu sei. Um grupo grande nunca chegaria a tempo.- Sorriu e abriu a carta lendo-a. -Mande chamar Ou Ki e Ashtar, peça para eles convocarem mais cinco pessoas e me encontrarem a frente do castelo. Vamos para esse torneio. É melhor você se preparar também Klicius.

E o Swann deixou o patio e foi em direção a seus aposentos, trocou-se para uma roupa digna de um lorde, colocou sua armadura Centopeia, pegou sua glaive e foi em direção aos estábulos. Encontrou Ceinwyn ainda sonolenta e pediu para ela seu cavalo Doflamingo, antes de sair do castelo reuniu alguns suprimentos.

Quando saiu o grupo de viagem já estava formado. Ou Ki e Ashtar estavam a frente com mais cinco pessoas que carregavam o mínimo de suprimentos possíveis. Meistre Klicius tinha subido no cavalo de um dos homens.

-Então meistre preparado para uma aventura? - O velho não chegou a responder e tentava se equilibrar. - Ashtar, Ou Ki, sabem como nós vamos fazer né?- Os dois assentiram- Nós vamos ter que correr para chegar a tempo, não temos tempo para descansos inúteis. Então vamos começar naquela curva mais a frente.

O grupo começou a cavalgada indo de leve, meistre Klicius tinha um pressentimento ruim. Koude, Ashtar e Ou Ki cavalgavam lado a lada sem virar o olhar por nada. Quando passaram a curva apontada por Koude, os três dispararam seus cavalos o mais rápido que conseguiam e iniciaram uma corrida. Os cavaleiros logo seguiram atrás e Klicius gritou pela aceleração repentina.

-HAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA- O Swann gritou acompanhando Ashtar e perseguindo Ou Ki que tinha passado a frente. - VAMOS ASSIM ATÉ DE NOITE MEISTRE, ENTÃO SE PREPARE, E VAI SER ASSIM ATÉ CHEGARMOS EM JARDIM DE CIMA.

Hp: 550/550
St: 500/500

_________________
Tão Alto quando o Sol
avatar
Koude Swann
Lorde Vassalo
Lorde Vassalo

Casa : Swann
Local de Nascimento : Pedrelmo
Masculino

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum