Tempo Sagrado

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Tempo Sagrado

Mensagem por Ormund Baratheon em 16.10.17 13:27



Winter Is Coming

No dia seguinte a minha chegada em Rochedo Casterly acordei tarde, havia dormido por mais de doze horas. O ambiente estava tenso, entre os guardas e serviçais, não pude definir se foi pela minha presença ou pela situação; Lannisporto havia sofrido um ataque a poucos dias, fora a morte recente do seu Lorde, deixando uma criança de colo em seu lugar. Uma situação que me fez refletir, por mais que meu irmão seja um herdeiro e confiasse nele para me suceder caso venha a partir, não era certo.

Sempre tive dificuldade na escolha de uma noiva, por mais que diversos Lordes tenham oferecido suas filhas em todas Terras da Tempestade. Sempre faltava algo, e mesmo depois de me tornar Lorde de Ponta Tempestade, em meio a diversas cobranças sobre essa situação, permaneci sozinho, colocando em risco essa dinâmica de sucessão. Em uma situação como da família Lannister, até com herdeiros em seu encalço, Lorde Lannister partiu e o caos nasceu de uma forma realmente destrutiva.

Sai para caminhar pelo castelo, Tyrek e os outros estavam treinando no pátio junto a soldados Lannister, uma disputa saudável até então, mas perigosa. O orgulho dos soldados Baratheon junto à arrogância Lannister poderia estourar um conflito até em um simples treino, mas Swann tinha consciência disso, e sabia administrar os ânimos. Parte daqueles soldados ficariam no Rochedo, como sinal de respeito a aliança que viria a propor a Lady Regente e sua família, mais tempo longe de suas famílias, mas por uma razão nobre.

Passei pelo pátio e segui rumo ao Jardim de Pedra, precisava de silêncio naquele momento. Muitas coisas estavam acontecendo nesse curto período de tempo, era difícil lidar com tantas decisões que minha posição carece, tantas delas que podem gerar sofrimentos para meu povo, ou talvez todo o reino. Caminhei até próximo do Pequeno Represeiro, observei seus detalhes enquanto me perdia em reflexões que mal podia definir seu caminho, o tronco claro e as folhas alaranjadas, muito diferente das árvores comuns da Tempestade, ou de qualquer outra que estava habituado a apreciar. O que fazer agora?
HP: 650
ST: 600

_________________


Spoiler:
avatar
Ormund Baratheon
Lorde Baratheon
Lorde Baratheon

Casa : Baratheon
Local de Nascimento : Ponta Tempestade
Masculino

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Tempo Sagrado

Mensagem por Lyman Lannister em 16.10.17 14:39

Lanna

Lanna estava em seu quarto olhando através da janela, a jovem Lady usava um vestido preto, justo até a cintura, com um decote quadrado, ornamentado com rubis e ouro, que ia de um ombro a outro, expondo seu busto e parte de seus seios, o vestido possuía mangas que eram justas até seus cotovelos soltando-se e estendendo-se até abaixo dos joelhos, com as bordas e interior em tecido dourado, com suas partes da frente devidamente suspensas para suas mãos estarem aparentes e livres, sua saia era bufante e alguns centímetros se arrastavam pelo chão, ela usava um anel de ouro e rubis em seu dedo médio esquerdo, um anel de ouro em seu dedo indicador direito, usava também um colar de ouro com a cabeça de um leão gravada, em suas orelhas usava brincos de ouro e rubis e seu cabelo estava meio preso torcido para trás, a parte que estava solta havia sido dividida em três mechas proporcionais, sendo postas duas para frente dos ombros e uma para trás

A jovem Lady havia perdido toda a fé que tinha após ver o corpo de seu marido, quando o Septo de Lannisporto caiu, levou sua fé junto, ela perdeu o preconceito que tinha com as outras religiões e fés e, como havia ouvido que o lugar mais calmo e silencioso do Rochedo era o Jardim de Pedra, pois possuía um Represeiro, então era considerado um local sagrado, decidiu ir ver como era o Represeiro do Rochedo Casterly

Lanna se dirige para o Jardim, no caminho conversa com alguns soldados -Como está a situação de Lannisporto? Um soldado abaixa a cabeça -Ainda muito mal, Senhora, se continuar assim acho que não demorará muito até haver uma rebelião.

-Passarei um tempo sozinha, após isso quero ter uma palavra com o povo de Lannisporto, estou indo até o Jardim de Pedra, portanto não quero ser perturbada O soldado balança a cabeça positivamente e Lanna continua seu caminho

Assim que Lanna entra no Jardim avista Lorde Baratheon -Não sabia que o Senhor seguia a Religião dos Deuses Antigos, Lorde Baratheon Ela se aproxima parando a alguns metros de seu novo aliado, Lanna está de pé com as mão cruzadas, uma a frente a outra, e abaixadas a frente do corpo, seu olhar está fixo em Lorde Baratheon














HP: 550/550
ST: 500/500
avatar
Lyman Lannister
Casa Lannister
Casa Lannister

Casa : Lannister
Local de Nascimento : Rochedo Casterly
Masculino

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Tempo Sagrado

Mensagem por Ormund Baratheon em 16.10.17 19:54


Desde meu encontro com Lady Lannister senti que parte do dever no qual havia me trazido aqui estava cumprido, mas ao mesmo tempo, um peso maior caiu sobre meus ombros, o peso da culpa. É restrita a visão do homem em imaginar os efeitos de suas ações, um grande rei geralmente não mede o tamanho do efeito em que suas mínimas decisões causam na vida das pessoas. Em Porto Real, o momento de maior questionamento fora quem realmente estaria no Trono e oque aquilo traria de positivo ou não para às pessoas mais ricas de Westeros. Os efeitos daquelas decisões egoístas ocasionaram na dor de pessoas sequer conheci, mas chegaram até aqui. De certa forma me sentia culpado até pelas vidas perdidas na invasão que tomou Lannisporto dias antes, minhas ações lhes privaram de seu lorde, e por mais fraco que isso poderia parecer, eu me sentia pequeno perto de tantas decisões equivocadas que me engoliam dia após dia.

Jon costumava dizer que o perigo de governar é não entender a dor do outro, buscar justiça sobre algo que nunca vivêmos era hipócrita, então nossas decisões não se baseavam em verdades, sendo assim, nosso poder era construído em cima de suposições vazias. "Quanto mais pessoas salvarmos, melhor somos nesse trabalho". A sociedade se construiu em cima de um conceito egoísta, e partindo disso, os grandes esmagavam os menores como insetos. Todos os dias o sofrimento silencioso passara a me atormentar como mil vozes ecoando sem cessar, e cada dia mais.


- Eu sigo a religião da paz, Lady Lannister. Por mais que minhas ações possam ser interpretadas de outra maneira... - Suspirei, ainda fixando o olhar para o Represeiro.

Vire-me para Lanna Lannister, admirando os detalhes de seu vestido e feição. Apesar de tudo que havia passado, uma parede foi construída por ela mesma escondendo tudo que poderia transparecer fraqueza, era nítido na imensa valentia em tentar manter o controle das situações, me lembrava um pouco meu pai, e bastante de mim mesmo, escondendo sobre muros oque realmente sinto. Coloquei a mão esquerda sobre o ombro, para espalhar os resíduos que caiam da árvore sobre minha roupa, afastando-os do pano, para o chão. Voltei meu olhar para a árvore, enquanto dizia;


- E a senhora, costuma orar para os Deuses? Acredita que podem realmente nos ouvir? - Indaguei, com uma voz calma, e pacífica.

HP: 650
ST: 600

_________________


Spoiler:
avatar
Ormund Baratheon
Lorde Baratheon
Lorde Baratheon

Casa : Baratheon
Local de Nascimento : Ponta Tempestade
Masculino

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Tempo Sagrado

Mensagem por Lyman Lannister em 16.10.17 22:39

Lanna

Lanna volta seu olhar para o Represeiro, sentia-se muito estranha e como se alguém a estivesse vigiando Maldita hora em que fiquei curiosa para saber como era um Represeiro de verdade, cheguei aqui apenas para descobrir que me assusta

Ela desvia seu olhar -Por mais estranho que pareça, não sinto mais a mesma vontade de orar como sentia antes Lanna sorri -No momento em que o Septo de Lannisporto caiu, minha fé tornou-se cinzas junto com as imagens religiosas que se encontravam lá.

Ela volta se olhar para Ormund -Meu pai uma vez me contou que eles sempre nos ouvem, mas eu não acredito nisso, se algum Deus existe, ele realmente é muito perverso e egoísta.

-Eu orei, muito para que Lionel voltasse para mim, vivo de preferência Apenas lembrar de Lionel já lhe deixava abalada, mas ao falar seu nome, seus olhos se enchem de lágrimas, Lanna sorri, volta seu olhar para cima, pisca rapidamente e volta seu olhar para Ormund

-Minhas orações foram ouvidas e respondidas, mas não do jeito que eu esperava, afinal, Os Deuses não tem piedade, é por isso que são Deuses.

-Quero que saiba que entendo que não matou Lionel por vontade, mas por obrigação Lanna respira fundo -Quero apenas que saiba que lhe culpo pelos eventos que seguiram a morte de meu marido.

Lanna lança um olhar de desprezo a Ormund -Se Lionel ainda estivesse vivo nada disso teria acontecido, Lannisporto estaria rendendo mais do que nunca

-Se não houvesse cravado sua espada no pescoço de meu marido, nenhum pirata se sentiria no poder de saquear Lannisporto os olhos de Lanna enchem-se de lágrimas

-Meu marido podia ser um péssimo guerreiro, mas era um ótimo Lorde, melhor do que qualquer um de vocês, sabe por que, Lorde Baratheon Sua feição é de dúvida -Porque ele sabia ouvir as mulheres, diferente de muitos de vocês.

-Ele não se achava superior por ter um pau no meio das pernas Lanna vira-se de costas para Ormund -Eu presumo que deve ser difícil para vocês homens,  aceitar que uma mulher pode ser melhor.









HP: 550/550
ST: 500/500
avatar
Lyman Lannister
Casa Lannister
Casa Lannister

Casa : Lannister
Local de Nascimento : Rochedo Casterly
Masculino

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Tempo Sagrado

Mensagem por Ormund Baratheon em 17.10.17 9:58

- Fé é algo questionável, por mais que pareça definitivo. Um amigo sempre me disse isso, tentando me fazer crer que as maiores convicções que temos nem sempre são verdadeiras. - Lembrava de Jon, e imagina um pouco em como poderia estar Ponta Tempestade naquele momento, quase um mês de minha partida.

- Se os deuses são responsáveis pela vida, que por sua vez é cruel o suficiente, não me seria estranho eles mesmos não serem bons como as escrituras dizem. - Questionei, rebatendo Lanna ao ligar a perca da fé pelos maus acontecimentos recentes. Olhei no fundo de seus olhos, enquanto ouvia atentamente todas suas críticas, por mais duras que fossem, eram verdadeiras o suficiente para apreciá-las.

- Desde o exato momento em que vi a vida deixar os olhos de Lorde Lannister, pude encarar também a verdade da minha culpa, e somente minha, de tudo que aconteceria após aquilo. Por mais que inevitável fosse, tudo que se sucedeu é minha culpa, e não estou aqui para me sobressair disso. - Cheguei mais perto de Lady Lannister, o suficiente para sentir a energia que aquela aproximação causou. - Não tenho dúvidas da capacidade de Lionel em governar, muito menos de que fora um homem querido por sua família e seu povo. Se lhe agrada justiça contra mim, peço que a o faça, lhe garanto que ninguém impediria e nada seria feito contra você e sua família por isso.

Me afastei novamente, voltando para posição original, próximo ao Represeiro. Meu corpo estava quente, uma soma de culpa e confusão, lidar com todas essas questões pareciam me matar mais e mais, e de certa forma, suplicava internamente para que tudo aquilo parasse, que tudo fosse embora.

- A única diferença entre os homens são o quanto eles permitem outros homens influência-los. No fim Lady Lannister, a morte chega para todos, desde os sábios e ricos aos pobres e ignorantes. - Uma curta pausa, para escutar o silêncio que pairou naquele momento, não era uma reunião ou um conselho, mas uma conversa carregada de emoções difícies de lidar, muito mais complicado que qualquer guerra que poderia travar.

- Mas se escolher me manter vivo, minha palavra não mudará... Tudo mudou, aquela luta me mudou. A partir daquele momento, nada mais foi como antes, e eu sei que não só pra mim. O real vilão disso merece pagar, pois não entende os efeitos de suas ações... - Voltei meu olhar para Lanna. - Posso não trazer de volta Lionel Lannister a vida, mas a verdadeira justiça... Essa sim eu garanto morrer tentando. Essa roda precisa parar, mesmo que ninguém possa vê-la, eu vou parar.

HP: 650
ST: 600

_________________


Spoiler:
avatar
Ormund Baratheon
Lorde Baratheon
Lorde Baratheon

Casa : Baratheon
Local de Nascimento : Ponta Tempestade
Masculino

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Tempo Sagrado

Mensagem por Lyman Lannister em 17.10.17 14:25

Lanna

Lanna vira-se para Ormund -Realmente acha que se eu o quisesse morto, não teria o feito no momento em que passou pelos portões, Lorde Baratheon?

Ela está séria -Você não está mais em sua fortaleza, meu caro, tudo o que eu preciso fazer é assobiar, para que meus homens entrem aqui e comecem a lhe espancar, até que eu os mande parar Lanna sorri -Se eu mandar que parem.

Lanna respira fundo -Mas, aqui no Rochedo, o direito do hóspede é a coisa mais valiosa que temos Lanna volta seu olhar para o vazio, agora está com os olhos fixos em nada, relembrando de Lionel

Ela logo volta a si e seca a lágrima que havia surgido e escorrido do olho esquerdo,
volta seu olhar para Ormund
-Não gosto nada do que fez, mas gosto menos ainda dos Targaryen, enquanto houver um Targaryen vivo, vou estar aliada ao Senhor, para Juntos, derrubarmos esta casa tão depravada que, em todos estes anos de reinado, nos tirou coisas muito preciosas.

Lanna possui um olhar confiante -Mas, para isso precisamos permanecer neutros, os Lannister não se unem a Maegelle e os Baratheon não se unem a Valerion.

Ela está com o olhar fixo em Ormund -O que me diz, Lorde Baratheon?














HP: 550/550
ST: 500/500
avatar
Lyman Lannister
Casa Lannister
Casa Lannister

Casa : Lannister
Local de Nascimento : Rochedo Casterly
Masculino

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Tempo Sagrado

Mensagem por Ormund Baratheon em 17.10.17 22:13

Lanna Lannister era esperta, desafiadora; entendia cada passo mais largo que sua perna podia dar. Todas oportunidades de ofender-me eram aproveitadas, me deixando psicologicamente encurralado, mas algo me tomava e não era raiva. Em outra situação, em meio a mais pessoas, deveria me sentir desmoralizado e ofendido, mas ali, só entre nós, não conseguia odiá-la nem tentando. Mas também, era incapaz de esconder minha insatisfação em ser atacado constantemente, mesmo estando do seu lado. O que mais poderia dizer?  Realmente era o culpado por tudo aquilo, por sua fúria e mágoa, e por todas as vidas que se perderam nisso tudo.

Sob um súbito movimento involuntário, joguei os braços sobre a Lady na intenção de segurá-la pelos dois braços, apertando-a. Encarei seus olhos da forma mais profunda que pude, e olhei além de sua alma, espondo a minha em contra-mão. Toda a dor, toda a culpa, toda a agonia, toda a fraqueza, toda a imensidão da existência errante, todos os dias que se passaram e toda mudança que passara a pairar sobre uma realidade única que era ser e estar ali, notoriamente exposta como nunca antes, em apenas um rosto, um olhar, uma momento. O tempo sagrado da comunicação entre duas pessoas, onde palavras não mais bastavam.


- Me perdoe, Lanna... Por favor... - Sussurei, sem armas em minhas palavras, e totalmente exposto.

HP: 650
ST: 600

_________________


Spoiler:
avatar
Ormund Baratheon
Lorde Baratheon
Lorde Baratheon

Casa : Baratheon
Local de Nascimento : Ponta Tempestade
Masculino

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Tempo Sagrado

Mensagem por Lyman Lannister em 17.10.17 22:45

Lanna

Ela fica surpresa com a atitude de Lorde Baratheon, fixa o olhar no de Ormund e, num impulso involuntário, Lanna segura a cabeça do novo aliado e lhe beija

Ao perceber o que acabou de fazer se espanta, solta Ormund, solta-se dos braços dele, se afasta e limpa a garganta -Bem, é, desculpe-me, Lorde Baratheon

Lanna está visivelmente constrangida De onde surgiu isso, será que estou ficando maluca, por que não estou mais com raiva, o que está acontecendo comigo Ela pensa ao desviar o olhar

A jovem Lady leva sua mão esquerda ao colar que estava usando Lionel, o que estou fazendo, o que deu em mim, mas, olhando bem, até que ele é bonito, ele matou Lionel, mas a culpa foi dos malditos Targaryen, é neles que devo focar meu ódio

-E então, decidiu sobre neutralizar suas terras ou não? Ela está tão envergonhada e enraivecida consigo mesma que não consegue olhar para Ormund, está cabisbaixa









HP: 550/550
ST: 500/500
avatar
Lyman Lannister
Casa Lannister
Casa Lannister

Casa : Lannister
Local de Nascimento : Rochedo Casterly
Masculino

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Tempo Sagrado

Mensagem por Ormund Baratheon em 17.10.17 23:04

O cenário refletia calma, diferente de toda a conversa que existia em seu centro. O Represeiro despencava folhas sobre nós dois, abaixo dele, ora com olhares desafiadores, ora próximos e íntimos como nada antes. As mãos que antes apertavam seus braços, cederam ao afeto, e apenas escorregaram rumo a cintura de Lanna Lannister. Voltei a apartá-la, mas de uma forma diferente, e com um beijo rápido, se deu fim. Fiquei constrangido de imediato, sem entender de fato oque acabou de acontecer ali.

- Sim... - Coçou a garganta, exibindo um som enquanto se afastava. - Estarei do seu lado, Lady Lanna. Faremos oque for preciso. - Não conseguia encarar Lanna diretamente nos olhos de imediato, subi o olhar de seus pés até o rosto novamente, fixando seu olhar que também demonstrava constrangimento, não o encarando diretamente.

- Acredito que uma aliança entre nossas casas irá desequilibrar essa balança entre os Dragões. Tudo irá mudar, M'lady... - Continuava olhando-a.

HP: 650
ST: 600

_________________


Spoiler:
avatar
Ormund Baratheon
Lorde Baratheon
Lorde Baratheon

Casa : Baratheon
Local de Nascimento : Ponta Tempestade
Masculino

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Tempo Sagrado

Mensagem por Lyman Lannister em 18.10.17 0:03

Lanna

Lanna sorri e balança a cabeça positivamente -Isso é ótimo, atacaremos ambos os lados não os apoiando.

Devo estar enlouquecendo, como pude, beijar ele, como pude fazer isso com Lionel, com meus filhos, ninguém pode saber sobre esse beijo, ou algo muito ruim poderá acontecer, não posso cometer tal erro novamente Lanna está desapontada consigo mesmo, não entendia de onde havia surgido aquele beijo

Ela põe a mão esquerda na queixo -Mas, como faremos com as outras casas e o pior, como nos protegeremos dos Dragões?

Lanna finalmente conseguia voltar seu olhar para Ormund, mas continuava constrangida -Harrenhal e o campo de fogo nos provam que não podemos nos esconder em nossas fortalezas, mas também não podemos enfrentá-los em campo aberto.

-O que sugere Ela tenta fixar seu olhar no rosto de Ormund, mas não consegue















HP: 550/550
ST: 500/500
avatar
Lyman Lannister
Casa Lannister
Casa Lannister

Casa : Lannister
Local de Nascimento : Rochedo Casterly
Masculino

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Tempo Sagrado

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum