Surge uma aliança

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Surge uma aliança

Mensagem por Elyon Stark em 17.10.17 21:11

“ Meistre cyrius
Retorno brevemente a winterfell, nos encontramos hospedados em porto braço, logo partiremos.
Elyon Stark.”


Observei o corvo partir no céu cinza...
Caminhei no intuito de descer as escadas daquela alta torre.

Mi’lady, nosso lorde a aguarda. Disse-me um dos servos. Fui tirada de minha distração enquanto admirava a bela vista de Newcastle. Acenei brevemente com a cabeça, logo retirando-me a segui-lo.

Fui conduzida a uma bela sala, de fina decoração. Os detalhes encrustados nos móveis amadeirados brilhavam em pura prata, as pesadas cortinas de cor verde escuro trazia um imperialismo antigo... me lembrava um charme sulista descritos nos livros que eu já havia lido... a delicadeza da campina. Depois de notar cada mínimo detalhe claramente impressionada com o sútil gosto luxuoso.
Notei que mais ao fundo, um velho homem com um pequeno sorriso me olhava cúmplice. Que deselegante de minha parte.

-Lorde Manderly, Perdoe-m...
-Não precisa desculpar-se minha jovem, é comum que as pessoas se percam neste lugar  que.. modéstia parte é encantador aos olhos dos ambiciosos.. Soltou um riso agradável, típico dos idosos. Sorri em seguida.
Sabe minha jovem... a muitos longos anos a casa Manderly reinou diante a Rica e farta Campina. Tudo aqui inspirou-se no fino gosto... os candelabros, tapeçaria.. ah.. sorriu largamente para as esculturas decorativas ali presentes –Até mesmo a arte.. enfim... não foi para admirar uma sala de bom gosto quase extinto que a chamei, mi’lady. Sentou novamente em sua cadeira.
–Sinto que logo logo as coisas pesarão sobre todo o nosso povo. Nortenhos, Sulistas... fui informado de sua posição no Conselho real. tomou sua taça, dando um longo gole de vinho.

–Mi’lorde. Não sei se realmente fui diplomática em relação a minha escolha. Sei o que está pensando... e não. Esta não foi a minha decisão... eu não temo a ser humano algum desde que perdi meus familiares, não mais via sentido em viver até abraçar o Norte como meu Pai. Eu lutarei pelo meu povo lorde Manderly. Mas com meus ideais.

O velho homem me escutou atentamente. Calmo e sereno, ouviu todas as minhas palavras com atenção. Apoiou sua taça de vinho na mesa e então, depois de um longo suspiro.
–O jogo dos tronos é perigoso criança... estive em muitas batalhas, perdi muitos homens... a minha casa quase ruiu-se diante a ambição... tossiu um pouco. Sua idade avançada já começava a demonstrar sua debilidade.

–Eu não me importo com a face monstruosa do que tudo isso possa me mostrar. Criar temores pela guerra é como fugir do que é inevitável.  O velho riu-se.

–hohohoho... Vejo um lobo feroz numa alva pele de cordeiro... Pois bem, senhora... Diga-me! O que pretende fazer pelo Norte... como acha que pode combater o mal que pode chegar a qualquer momento? indagou-me.
Pensei um pouco... meu maior dom, foi ter sempre as respostas prontas e formuladas... porém.. isso me exigia grande cautela.. e eu já tinha sua resposta.

–Não podemos combater o mal, mi’lorde. Ele sempre assombrará a todos... assim como o bem floresce. Eu pretendo blindar o Norte. A força de todas as casas pode fazer com que estejamos prontos para qualquer ataque. Pensemos no norte como um grande castelo, que deverá ser defendido.

Mas como pretende?... uma boa parte dos lordes discordaram de sua posição como Protetora do Norte... logo se irritaram ainda mais pela sua posição diante a Princesa Maegelle Targaryen...

–Esses homens desmerecem o valor de uma mulher. Nos fincam em quatro paredes nas funções do que é de seu agrado, nos tomando por esposas. Uma mulher pode ser muito mais que isso. Eu pretendo ser... e mesmo que eu não consiga, lorde Manderly.. respirei fundo –eu farei com que se curvem na dor... não desistirei do meu ideal. Mesmo que eu mesma morra num campo de batalha.

O velho surpreendeu-se. Duvidei que depois do que eu havia dito, fosse ser desmerecida. Mas em sua face surgiu um imenso sorriso.
–A sua ambição me impressiona Lady Stark. Pois muito bem... mesmo que a sua escolha baseada em seu coração possa nos levar a um nevoeiro, a Casa Manderly se manterá firme. Somos seus vassalos, hoje... e sempre! –curvou-se diante a mim com grande reverência, onde retribui de faceta orgulhosa... mas por dentro, imensamente grata.

Já ao anoitecer, em meus aposento, observo o mar ao longe... ser protetora do Norte exigirá muito de mim... não apenas como governante... mas... como algo ainda maior.
O vento gelado soprou em minha direção... a lua, tão bela... cheia... me perdi em devaneios com aquela bela visão, quando ouço alguém bater em minha porta.
–Entre.
Lupus, o guarda. Em suas mãos, um pergaminho.
-Notícias de Winterfell, mi’lady. Pela cor do selo, há de ser necessário vê-lo o quanto antes O olhei confusa. O selo, meistre Cyrius... Desenrolei o papel para ver o que haveria de ser:

“Lady Stark, fico contente por ter suas notícias. Winterfell necessita de sua presença. O comandante da patrulha da Noite a aguarda, peço que venha o quanto antes.
                                                                                                                                  Meistre Cyrius”


Logo deduzi... o lorde comandante nunca sairia a toa de seu posto caso não fosse algo relevante. Olhei para lúpus... e ele prontamente confirmou:

Problemas com a Muralha.

HP:600/600
ST:550/550
avatar
Elyon Stark
Lorde Stark
Lorde Stark

Casa : Stark
Local de Nascimento : Winterfell
Feminino

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum