GDT é um espaço dedicado especialmente aos fãs da série Game of Thrones. Aqui você poderá criar seu próprio personagem, escolher sua lealdade e participar do famoso Jogo dos Tronos.
 
InícioPortalCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Nos portões do berço

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Willem Lannister

avatar

Casa : Lannister
Local de Nascimento : Rochedo Casterly
Mensagens : 50
Data de inscrição : 23/06/2016

MensagemAssunto: Nos portões do berço   23.06.16 22:21



      O dia não podia exatamente ser chamado de "agradável", a chuva repentina havia molhado todo o caminho que ligava a cidade interior aos portões de Lannisporto, e a viagem de volta se transformou em uma divertida brincadeira na lama. Após certo ponto o cavalo não podia mais ser montado, abruptamente a estrada real se transformava na pedra lisa que dava nome ao "Rochedo", e histórias de cavalos e deslizes mortais não eram pouco contadas.
Do casco as coxas o animal se mostrava coberto em lama, e semelhantemente estava Willem, das botas a couraça que protegia suas pernas.

"Que dia infeliz pra decidir visitar aquela maldita casa" - Pensou consigo mesmo - "Bem, pelo menos foi uma aventura consumada, aquela dornesa...."

      O bordel de Lannisporto não era estranho aos nobres locais, na verdade, eles eram provavelmente a única clientela. Os preços tabelados das "moças da arte" chevagam a alguns quilos de ouro, dependendo da peculiaridade e habilidade da mesma.

"Nikola vai detestar se descobrir que gastei provavelmente uma semana da receita das minas em apenas um dia..."

      A viagem de volta ao Rochedo Casterly não duraria mais de uma hora, apesar de ter sida traçada a pé e com o cavalo sendo puxado a mão pela rédea. A proximidade da fortaleza e da cidade portuária eram muito convenientes para a luxúria do jovem. Willem manteve sua marcha em ritmo constante, e quando esperava avistou finalmente o portão sobre o rochedo onde se erguia a fortaleza. O caminho comum tomado pelas tropas e mercadores era através desse mesmo portão principal, mas apesar de muito movimentado, se o tomasse seria avistado por toda a guarda e rapidamente todas as almas que habitavam a fortaleza descobririam de suas aventuras libertinas.
Willem puxou o capuz da capa presa em suas costas, e todo o seu rosto e cabelo se esconderam sob o pano. A capa, feita de linho fino deduraria rapidamente o nascimento do escondido, mas certamente o tomariam por um nobre qualquer. A poucos metros da entrada willem entregou a rédea do cavalo a um velho e largou em sua outra mão uma bolsa tilintando em ouro, discretamente. Seguiu seu passo e a poucos metros do portão principal tomou uma rota alternativa, descendo por uma escadaria apertada que o levaria até o local onde barcos e suprimentos eram desembarcados. Lá, Willem entregou uma segunda bolsa de ouro, e o homem que a recebera o escoltou até uma pequena porta por onde passavam muitos homens com caixas de trigo.

"É o caminho de sempre, meu senhor" - disse o homem, com um sorriso. Willem notou que lhe faltavam a maioria dos dentes.
"Mantenha-se calado, e da próxima vez essa bolsa terá o dobro do tamanho. Não se esqueça, um Lannister sempre paga suas dívidas" - Respondeu
"Sim senhor, um Lannister sempre paga suas dívidas" - Repetiu o homem
Willem seguiu caminhando porta adentro, lado a lado com os servos que desembarcavam os recursos no castelo - "Finalmente de volta..." - Pensou.

====

Stamina 600
HP 650
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Besper Reyne
Lorde Reyne | Vassalo
Lorde Reyne | Vassalo
avatar

Casa : Reyne
Local de Nascimento : Castamere
Masculino Mensagens : 101
Data de inscrição : 23/06/2016

MensagemAssunto: Re: Nos portões do berço   24.06.16 0:59

Se aproximando do Rochedo Casterly ao norte, um grupo composto por 21 cavaleiros se aproximava do castelo em velocidade de trote. O caminho se tornara enlameado logo depois de saírem de Castamere, com uma chuva que repentinamente mudara o dia ensolarado que perdurava até o começo da viagem. Pouco antes de chegarem, a chuva acabara tão rápido quanto começara. O estandarte da casa Reyne, um leão vermelho em fundo branco, pendia inerte e encharcado no mastro, levado pelo cavaleiro mais à frente do grupo. Com o fim da chuva, Besper mandara secar o máximo possível o estandarte. Porém, apesar dos esforços dos soldados, ela continuara inerte ao vento.

Durante a viagem, Besper colocara escoltas atrás, à frente e dos lados do pequeno grupo, de modo a evitar possíveis ladrões no caminho. Era extremamente raro atacarem um grupo tão bem armado, mas precaução nunca é demais. Ao chegarem, as escoltas que se posicionavam atrás e dos lados da comitiva se rejuntavam ao grupo, enquanto os dois homens que escoltaram à frente estavam parados junto aos guardas que vigiavam a entrada da ponte. Eles certamente avisaram quem chegava, porque a comitiva passara diretamente por eles e atravessaram a ponte, até se depararem no pátio principal do castelo. Lá, um guarda avisou a comitiva para aguardarem o Lorde Lannister. Enquanto esperavam, os soldados e Besper desmontavam dos cavalos e os entregavam aos serviçais, esperando serem recebidos.


HP: 650/650
ST: 600/600
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Nikola Lannister
Lorde Lannister
Lorde Lannister
avatar

Casa : Lannister
Local de Nascimento : Rochedo Casterly
Masculino Mensagens : 115
Data de inscrição : 24/05/2016

MensagemAssunto: Re: Nos portões do berço   24.06.16 2:25

O clima estava desarranjado, a chuva não costumava passar pelo Rochedo, muito menos com intensidade e total rapidez. Fui para a janela, observar o tombar da água que vinha do céu, a cabeça me doía. Notícias de Porto Real, malditas notícias, passei a manhã refletindo sobre meus possíveis próximos passos. Uma situação tão delicada, a queda de um Rei, um bom rei, traz consigo problemas, problemas que podem chegar a minha casa, e era meu dever protege-la.

Ao debruçar meu olhar ao pátio do Castelo, pude notar uma figura desconhecida, até então irreconhecível, pela distância e pelas suas vestes. Passaram-se alguns minutos e um mensageiro vinha até minha sala, batia a porta;


- M'Lord, soldados de Castemere estão a nossa porta, devemos recebe-los?

- Irei eu mesmo recebe-los. Mande dois Cavaleiros comunicarem meu irmão, quero que ele me encontre nos portões do Castelo.

A essa altura a chuva havia de parar, e na companhia de dois Cavaleiros que estavam postos ao lado da porta de minha sala, caminhei até o portão do Castelo. Notava os Estandartes Reyne, do outro lado da ponte. Acenava com a mão, indicando que poderiam adentrar a fortaleza, logo após me virava e adentrava pelo portão novamente.

HP: 650/650
ST: 600/600
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Willem Lannister

avatar

Casa : Lannister
Local de Nascimento : Rochedo Casterly
Mensagens : 50
Data de inscrição : 23/06/2016

MensagemAssunto: Re: Nos portões do berço   24.06.16 3:25

A pequena porta levou willem a uma escadaria helicoidal ascendente e aparentemente interminável. Outras três vezes havia subido por aquele caminho - em retornos de aventuras libertinas - e em todas essas vezes Willem se sentiu impelido a tentar contar o número de degraus. O jovem podia jurar que o número de escalões era muito maior que o da mais alta torre em Rochedo Casterly.
     Após alguns cansativos minutos de escalada a espiral por onde Willem subia termina e se transforma em uma linha ascendente, e o local onde a escadaria desaboca - a saída (ou entrada, dependendo da perspectiva do caminhante) - finalmente entra no campo de visão do jovem. A cerca de três dezenas de degraus de distância ele encherga: Uma pequena porta de ferro, fechada - e do outro lado da porta, o pátio principal do castelo. William relutantemente prossegue em direção a mesma, mas ainda no meio do caminho um som familiar lhe invade a audiência. Claramente o som vinha do outro lado da porta - do pátio do castelo - e eram sinos tocando, o jovem lannister logo entende.

"Os sentinelas devem ter recebido a notícia de alguém se aproximando, eu não sabia que receberíamos visitas hoje" - Pensou consigo mesmo.

Willem limpa o suor que escorria por seu rosto e acelera o passo. A porta de ferro era mais leve que aparentava, e o jovem a empurra com facilidade.

"Meu deus" - diz alto, sózinho, atravessando a porta.

     Tropas se moviam de uma lado para outro, cavalos relinchavam, crianças gritavam e mercadores retiravam seus pertences do caminho. Claramente algum nobre estava chegando, crianças mensageiras corriam de um lado para outro com recados e cartas de ordens, certamente a essa altura o Lorde do castelo já havia sido informado, e Willem achou que seria melhor se juntar a ele. Assim, retira o capuz que escondia seus cabelos loiros e com eles a sua identidade, dando inicio a uma marcha em direção a fortaleza principal, onde seu irmão provavelmente estaria.

"Meu senhor, Meu senhor!" - gritaram dois cavaleiros desconhecidos dentre o meio das tropas estacionadas no pátio.

Willem se vira em direção ao chamado, e observa dois homens altos, armados, correndo a trote em sua direção.

"Meu senhor, seu irmão o convoca, ele se encontra no portão do castelo"
"O que esta acontecendo aqui?"
- disse Willem, assustado.
"Lorde Reyne, meu senhor."

     Acompanhado pelos dois cavaleiros, Williem marchou em direção aos portões do castelo. Aquela era uma visita desavisada, algo que não era muito dos costumes do senhor de Castemere. "Isso é mal, aposto que tem alguma relação com a morte do rei...", pensou. No portão do castelo Willem encontrou seu irmão ascenando para o horizonte, calmamente andou até se posicionar ao seu lado. Avistou a comitiva e os estandartes Reyne.

"Como são as palavras dos nortenhos mesmo... O inverno está as portas. Ou é o Inverno está chegando? Não importa, algo ruim esta no ar, você consegue sentir?" Disse Willem, direcionado a seu irmão. Ainda estava preocupado com o fato de que Nikola pudesse acabar descobrindo do ouro e do bordel de Lannisporto.

Nikola adentrou o castelo novamente, William ordenou a um dos soldados para que avisasse Lorde Reyne de que a entrada estava permitida, e logo após acompanhou o irmão.

Stamina 600
HP 650
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Besper Reyne
Lorde Reyne | Vassalo
Lorde Reyne | Vassalo
avatar

Casa : Reyne
Local de Nascimento : Castamere
Masculino Mensagens : 101
Data de inscrição : 23/06/2016

MensagemAssunto: Re: Nos portões do berço   24.06.16 4:00

Após desmontar do cavalo e limpar a poeira das botas, Besper observa o pátio ao redor. Era 10 vezes maior que o pátio interno de Castamere, e 10 vezes mais movimentado também. Lannisporto era o maior centro marítimo-comercial desse lado do continente, e isso só ajudava a aumentar as já gigantescas reservas de ouro dos Lannisters, que crescia também conforme a extração do metal precioso que era encontrado em abundância no local.

Enquanto observava o seu arredor, Besper é interrompido por um soldado, que o avisa para entrar no castelo, onde o Lorde de Rochedo Casterly e seu irmão o estariam esperado. Lorde Reyne faz um sinal aos seus soldados, para que os mesmos o esperem ali, e então segue seu caminho. Por ser um parente próximo da família Lannister, Besper já esteve lá diversas vezes. Reconhecia as paredes, os ornamentos e os enfeites que se prostravam nas paredes, tetos e pisos.

Indo diretamente para o hall principal, onde certamente seria recebido, lá ele encontra seus primos, Nikola e Willem Lannister. O mais velho, estranhamente, portava sua armadura, "Lorde Leão". Besper achava essa atitude muito estranha, mas preferiu guardar para si suas suposições, a não ser que Nikola decidisse lhe esclarecer o porquê de estar pronto para o combate logo após a morte do rei.

Willem, por outro lado, portava vestimentas mais finas e discretas. Besper, de prontidão, percebeu que o mesmo deve ter acabado de chegar de uma de suas aventuras aos bordéis de Lannisporto. Não poderia jugá-lo, já que Lorde Reyne o acompanhara diversas vezes ao local. Então, dava um leve sorriso e caminhava em direção aos dois, com um semblante misturado de alegria e preocupação. Antes de dizer qualquer outra coisa, Besper se prosta de frente à Nikola, se curva levemente e, ainda olhando para o mesmo, diz:


[Lorde Reyne]
- Meu Senhor, é bom vê-lo novamente. Desejava eu em melhores circunstâncias.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Nikola Lannister
Lorde Lannister
Lorde Lannister
avatar

Casa : Lannister
Local de Nascimento : Rochedo Casterly
Masculino Mensagens : 115
Data de inscrição : 24/05/2016

MensagemAssunto: Re: Nos portões do berço   24.06.16 4:42

Para todos os lados se viam pessoas, a situação era comum no pátio do castelo. Soldados para um lado, serviçais para outro, uma senhora nobre aqui e ali, típico. Eu olhava para todas aquelas pessoas e só podia pensar qual insignificante eram suas formas de encarar o caos, o medo, a angustia, o desespero. Diferente de todas aquelas pessoas, meu irmão Willem era despreocupado, muitas vezes a sua calmaria me irritava, como se nada fosse mais importante a ele do que uma festa ou um copo de Vinho.

Ouvia o que ele tinha a dizer, mas não respondia de imediato, e com um sinal de mão indicava aos seis soldados em volta que permanecessem ali. Uma pequena peça se desprendia de minha armadura, como um prego, e pingava no chão "to-to-ro", subindo meu olhar novamente notava a aproximação do Lorde Reyne, meu primo Senhor de Castemere. Apesar de devasso, sempre se preocupou mais com questões políticas que meu irmão.


- Que bom que vieram, é bom vê-lo também. Convido os dois para se juntar a mim em minha sala, precisamos conversar sobre tais circunstâncias. - Num tom sério, demonstrava preocupação.

Partia para caminhada, pelo mesmo lugar que havia vindo. Assuntos importantes estavam para ser tratados. A posição Lannister em tempos de Guerra sempre foi de tal forma, pertinente, no reino de Westeros. A ânsia de imaginar tempos difíceis, fora toda expectativa que colocara em mim mesmo, me deixavam enjoado. Ao subir aquelas escadas, notava o silêncio cada vez mais alto, as paredes grossas que constituíam aquele Castelo, sempre foram fortes o suficiente para guardar os segredos que há nele.

HP: 650/650
ST: 600/600
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Willem Lannister

avatar

Casa : Lannister
Local de Nascimento : Rochedo Casterly
Mensagens : 50
Data de inscrição : 23/06/2016

MensagemAssunto: Re: Nos portões do berço   24.06.16 11:37

    Os rostos graves de Lorde Reyne e Nikola bateram como um avanço de mil cavaleiros. Em um instante, apenas observando as expressões faciais de seus dois familiares ali presentes, Willem percebeu que aquele encontro era muito mais importante que apenas uma visita casual. "Maldito Reyne, esse sorriso de criança preocupada seria percebido até mesmo pelo mais estúpido dos selvagens", pensou, "Até a maneira em que se prosta é a de um homem preocupado" resmungou em susurro consigo mesmo.
    Nikola imediatamente partiu em direção a escadaria que leva a sala do senhor do rochedo, insólitamente, uma vez que geralmente visitantes da nobilidade de seu primo eram albergados no salão de festas. "Isso não é bom", pensou novamente o jovem Lannister, e o seguiu.
O silêncio que tomava conta da caminhada era tenebroso, e Will tomou como sua missão quebra-lo.
"Edd, mande os serviçais trazerem a sala do senhor aquele barril de vinho dornense." Ordenou a um dos guardas que os seguiam, enquanto escalavam a escadaria.
"Reyne, você vai adorar esse barril, ouvi dizer que a safra desse ano foi a mais doce de toda a história de dorne. Todo ano eles afirmam a mesma coisa, mas dessa vez o sabor é mais afiado que uma lâmina de valiria."

HP: Same
Stanima: Same
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Besper Reyne
Lorde Reyne | Vassalo
Lorde Reyne | Vassalo
avatar

Casa : Reyne
Local de Nascimento : Castamere
Masculino Mensagens : 101
Data de inscrição : 23/06/2016

MensagemAssunto: Re: Nos portões do berço   24.06.16 15:03

Besper, ao longe, percebera o prego da armadura "Rei Leão" se desprendendo. A perspicácia vinha com o treinamento de um guerreiro, e notar um detalhe tão minúsculo e singelo não fora fácil. Após Nikola falar e se virar, Besper rapidamente pega o o prego, o observa, dá um meio sorriso, e o carrega junto de si, enquanto segue Nikola.

O caminho até os aposentos do Lorde Lannister fora silencioso, mas apenas por pouco temo. Besper sabia que Willem não iria se conter assim tão facilmente. Não esperava menos do que uma boa safra de vinho para que pudessem discutir o destino do mais poderoso dos 7 reinos de Westeros, oferecida justamente pelo Lannister mais novo. Após o mesmo falar, Besper responde com o sorriso costumeiro:


[Lorde Reyne]
- Não esperava menos de um vinho dornês, primo. Só espero que não seja tão afiado quanto as garotas de lá. Ouvi dizer que uma dornesa em Porto Real matou o cliente depois que ele recusou pagá-la.

HP: 650/650
ST: 600/600
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Nikola Lannister
Lorde Lannister
Lorde Lannister
avatar

Casa : Lannister
Local de Nascimento : Rochedo Casterly
Masculino Mensagens : 115
Data de inscrição : 24/05/2016

MensagemAssunto: Re: Nos portões do berço   24.06.16 18:21

Nunca presenciei uma Guerra, ou um conflito armado de grande proporção. Meu pai me contara histórias, quando garoto, sobre a Guerra da Conquista de Aegon, e a única coisa que me lembro pensar, era nas pessoas que se perderam ali. Me considero muito humano às vezes, me perdendo nos pensamentos sobre as pessoas, mas ao mesmo tempo sempre tive uma certa repulsa por elas, tentando afastar todos que considerava insignificante. Um dilema.

Acredito que a Guerra seja isso, você pensar nas pessoas ao mesmo tempo que as usa para atingir seus objetivos, vencer suas batalhas. O amontoado de histórias que se forma naquela pilha de corpos, diferentes elas e com o mesmo propósito. Levantaria com certeza uma espada pelo Rei, lutaria pelo seu nome, mas não sei se ergueria minha voz para gritar em nome de seus filhos.

No topo da escadaria, olhava para trás, assistindo aos últimos passos de meus irmãos. Olhando para eles, só pensava em como personalidades tão diferentes se encaixavam em um mesmo propósito, por uma mesma casa e por um mesmo nome. Nosso objetivo estava para ser traçado, como uma marca de costura, ponto por ponto, havia de começar. Adentrava pela porta, ainda entre-aberta pela minha repentina saída, me dirigia a ponta da mesa, enquanto pronunciava;


- Sente-se.

HP: 650/650
ST: 600/600
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Willem Lannister

avatar

Casa : Lannister
Local de Nascimento : Rochedo Casterly
Mensagens : 50
Data de inscrição : 23/06/2016

MensagemAssunto: Re: Nos portões do berço   24.06.16 21:05

Willem já estava sentado quando Edd chegou com um pequeno garoto carregando um jarro de vinho dornes. O filho de um servo, provavelmente. O foco de atenção do Lannister mais jovem girou-se completamente em direção ao líquido avermelhado dentro do recipiente dourado.
"Sete infernos, onde você estava Edd? mais um minuto e Lorde Reyne colapsaria. Nunca lhe contaram que os leões de castamere não conseguem ficar muitas horas sem adoçar a boca em vinho?"
Will rapidamente se levantou tomou um copo de madeira em suas mãos, acenando para que o garoto service os dois nobres presentes ali na sala. Seu próprio copo foi enchido por último.
"Até as mais iletradas das meretrizes sabem, o leão dourado representa ouro, e o vermelho, vinho!" - exclamara, piscando para o primo Reyne.
Em alguns milésimos o primeiro copo de Willem se esvaziou, e instantaneamente se prostrou para encher o segundo.
"Então, Nik, o que acontece?" - disse, olhando para o senhor do rochedo.

HP: Same
Stanima: Same
Sobriedade: 5/10
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Besper Reyne
Lorde Reyne | Vassalo
Lorde Reyne | Vassalo
avatar

Casa : Reyne
Local de Nascimento : Castamere
Masculino Mensagens : 101
Data de inscrição : 23/06/2016

MensagemAssunto: Re: Nos portões do berço   24.06.16 21:18

Logo após adentrar na sala, Nikola convida ambos a se sentarem. Besper, sem perder muito tempo, pega o prego que caíra da armadura "Rei Leão" e a coloca nas mãos do primo mais velho. Dá um pequeno sorrio e um leve aceno com a cabeça, e se direciona a uma das cadeiras livres. Com a chegada do vinho, Besper prontamente pega seu copo e espera que o mesmo seja enchido. Ri dos comentários de Willem, e responde, em um tom brincalhão:

[Lorde Reyne]
- Eu queria que representasse sangue, mas minha reputação, como bem sabe, acabou fazendo o contrário. Hoje em dia, não podemos nem sair para nos divertir antes que os 7 deuses e o resto de Westeros venham ficar nos julgando.

Lorde Reyne prontamente bebe um pouco de sua taça, o suficiente para adoçar a boca, mas não o bastante para lhe confundir os sentidos. Normalmente, esperaria o Lorde começar a falar, mas sentiu a necessidade de introduzir o assunto:

[Lorde Reyne]
- Senhores, eu não vim aqui à toa, como muito bem sabem. A morte de um rei é comum, mas o fato dele ter nomeado Maegelle como herdeira complica muito as coisas. Seu irmão Valerion vai usar tudo que tem para impedir isso, e temo que uma guerra civil paira sobre nós. Primos, vocês possuem o 2º maior exército desse reino, e sua posição será essencial no conflito por vir. Quero que saiba que estarei ao lado da nossa família, independente do escolher fazer.

Lorde Reyne agora estava sério, o que causava estranheza nos seus primos. Eram extremamente raros os momentos em que isto acontecia, o que era mais do que prova de que aquilo não era um assunto leviano.

HP: 650/650
ST: 600/600
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Nikola Lannister
Lorde Lannister
Lorde Lannister
avatar

Casa : Lannister
Local de Nascimento : Rochedo Casterly
Masculino Mensagens : 115
Data de inscrição : 24/05/2016

MensagemAssunto: Re: Nos portões do berço   24.06.16 21:45

A sala do Lorde do Rochedo antigamente era posta na mais alta torre do Castelo, por me sentir intimidado ao assumir tal posto, e juntamente disso para preservar as lembranças que tinha do meu pai, decidi moldar uma sala minha na parte baixa da torre. Muitos contestaram minha decisão, a princípio, mas por fim entenderam meus propósitos ao quebrar essa tradição. Uma mesa de Carvalho, feita no Norte e confeccionada na mais refinada Carpintaria do Rochedo Casterly, com seus lados de ouro maciço, e do mais liso corte detalhes floridos. Pelas paredes, mapas e armas penduradas, e por fim, as mais orgulhosas Espadas Lannister, que foram passadas de Lorde para Lorde "Dor" e "Rugido".

- Estão vendo aquelas espadas? - Apontava, em um movimento repentino ao me levantar e apoiar um dos braços a mesa. - Pretendo enfiar Dor no coração de quem causou tanto caos para os sete reinos! Se preciso, nos filhos do Dragão, para evitar que uma Guerra caia sobre nossa casa.

Ao proferir tais palavras, me sentava novamente, pegava o copo cheio de vinho e apenas degustava um pouco do líquido. Não se passavam segundos, até adentrar pela porta que ficara aberta por Edd, Gran Meistre, com uma mensagem vinda de Porto Real. O senhor me entregava a mensagem, os olhos vidrados de meus irmãos apenas a observar, me davam espaço para ler a mensagem rapidamente.

- Senhores, marcharemos para Capital.

HP: 650/650
ST: 600/600
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Willem Lannister

avatar

Casa : Lannister
Local de Nascimento : Rochedo Casterly
Mensagens : 50
Data de inscrição : 23/06/2016

MensagemAssunto: Re: Nos portões do berço   24.06.16 22:04

Willem se espantou com a inteligência de seu irmão mais velho.
"Nada nunca mais sábio foi pensado. Você pretende evitar uma guerra começando outra. Acho que os meistres da cidadela lhe tomariam por grão-mestre, se não fosse o senhor do rochedo." - disse, em tom de ironia. Levantou e tomou Rugido, a espada que havia herdado, em suas mãos.
"Pouco importa, se deixar que marchem sozinhos para a capital eu acabaria herdando forçosamente o Rochedo Casterly. Que a Donzela e o Guerreiro me livrem desse fardo. Vocês vão precisar de alguém com miolos, espadas raramente vencem batalhas por si só."
Com rugido empunhada pela mão esquerda e um copo de vinho empunhado na direita, William encara irmão e primo.
"Que ouçam-nos rugir" - disse, com um sorriso nefasto no rosto - e logo virou pela garganta o último copo de vinho.

HP: Same
Stamina: Same
Sobriedade: 0/10
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Besper Reyne
Lorde Reyne | Vassalo
Lorde Reyne | Vassalo
avatar

Casa : Reyne
Local de Nascimento : Castamere
Masculino Mensagens : 101
Data de inscrição : 23/06/2016

MensagemAssunto: Re: Nos portões do berço   24.06.16 22:20

Besper ria do comentário de Willem. Certamente, matar um dos Targaryen não era a ideia mais genial. Porém, admirava como seu primo prezava pela paz, talvez até mais que o rei falecido. Porém, logo depois que o Lannister mais novo pegou a espada, ficou um pouco preocupado. Empunhar armas bêbado não era a melhor coisa a se fazer. No entanto, não iria tomar nenhuma atitude a não ser que fosse necessário. Por mais irresponsável que Willem fosse, ainda era seu Lorde suserano, logo após Nikola. Após Lorde Reyne presenciar a cena, o mesmo tira sua espada do punho, a levanta acima da cabeça, e então se ajoelha, a colocando aos pés do Lorde Lannister, falando:

[Lorde Reyne]
- Meu senhor, assim como o jurei, no dia em que se tornou senhor das Terras Ocidentais, que iria segui-lo e obedecê-lo, não importa onde for. Estarei sob seu comando.

Após proferir tais palavras, o mesmo se levanta, coloca sua espada na bainha, e se senta novamente, tomando um pouco mais do vinho oferecido. Apesar de não possuir Lannister no nome, Besper se considerava um. Passara boa parte da infância, adolescência e vida adulta ali, e isso com certeza o marcara profundamente.

HP: 650/650
ST: 600/600
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Nikola Lannister
Lorde Lannister
Lorde Lannister
avatar

Casa : Lannister
Local de Nascimento : Rochedo Casterly
Masculino Mensagens : 115
Data de inscrição : 24/05/2016

MensagemAssunto: Re: Nos portões do berço   24.06.16 22:33

O humor ácido de meu irmão, era o melhor remédio para pensamentos tão obscuros. Uma risada de canto de boca se mostrava em meu rosto, mas apesar da abordagem cômica, havia um pouco de razão em suas palavras. A Lealdade de Reyne era admirável, tanto quanto o seu empenho em se mostrar fial a nossa casa e a nossos propósitos, estava na companhia das únicas pessoas que poderia confiar naquele momento.

- Guerras não são a melhor resposta, nunca foram, muito menos mortes de inocentes. Mas em casos extremos, antes Dragões mortos do que Leões. - Um gole no vinho. - Porto Real convida o Lorde Lannister para o Conselho Real, parece que irão decidir qual dos filhotes de Dragão assumirá o trono de Aegon.

HP: 650/650
ST: 600/600
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Willem Lannister

avatar

Casa : Lannister
Local de Nascimento : Rochedo Casterly
Mensagens : 50
Data de inscrição : 23/06/2016

MensagemAssunto: Re: Nos portões do berço   24.06.16 23:02

Willem larga Rugido sobre a mesa de carvalho, sua visão já estava embaçada.
"Não seria seguro trancar os dois últimos Lannisters em uma mesma sala. Se algo ruim acontecer e nós dois acabarmos capturados - ou mortos - todo o ocidente estará fora do nosso controle."
Os olhos do jovem passam pela sala procurando inspiração. O tom do jovem gozador muda completamente de forma abrupta - Willem entendia que, como carecia do dom da espada, tudo que lhe restava estava em sua cabeça. Apenas essa realização, que batia de tempos em tempos, levava-o a encarar algum assunto com seriedade.
"Esses são tempos complicados, não me assustaria se algum lorde ambicioso tentasse alguma ousadia" - a fala foi seguida por uma pausa pensativa.
"Talvez vocês dois devam marchar a porto real. Levem os nossos melhores homens como guarda pessoal. Eu posso ficar para trás, comandando o que restar do Exército Lannister." - A ideia de comandar todas as tropas estacionadas pelo ocidente parecia uma brincadeira divertida aos ouvidos de Will.
"Digam, o que vocês pensam?"

HP: Same
Stamina: Same
Sobriedade: 10/10
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Besper Reyne
Lorde Reyne | Vassalo
Lorde Reyne | Vassalo
avatar

Casa : Reyne
Local de Nascimento : Castamere
Masculino Mensagens : 101
Data de inscrição : 23/06/2016

MensagemAssunto: Re: Nos portões do berço   24.06.16 23:17

Besper ouve pacientemente os dois. Ambos já aceitaram que a guerra era uma possibilidade real, se não provável. Essa ideia, os três compartilhavam. Porém, nem o doce do vinho dornês conseguia tirar a amargura que isso trazia à boca. Lorde Reyne ficava pensativo. Deveriam estar preparados. Os olhos de todos os outros reinos estariam sobre os Lannisters, a casa mais forte e mais rica, logo depois dos Targaryen. Besper, sendo parente direto deles, e também uma das casas mais ricas, também seria observado de perto, não só pelos inimigos, mas também por aliados:

[Lorde Reyne]
- Discordo de Willem. Acho que nós três deveríamos ir à Porto Real. Nossos nomes e vozes possuem real peso nas decisões e ações que estão por vir. Também fiquei sabendo que chegaram novas garotas de Lys por lá. Isso é algo que deveríamos observar.

Logo após terminar, Besper olha para Willem, dando um breve sorriso.

HP: 650/650
ST: 600/600
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Nikola Lannister
Lorde Lannister
Lorde Lannister
avatar

Casa : Lannister
Local de Nascimento : Rochedo Casterly
Masculino Mensagens : 115
Data de inscrição : 24/05/2016

MensagemAssunto: Re: Nos portões do berço   24.06.16 23:37

Como Lorde do Rochedo, minha ausência seria sentida pelas pessoas, ainda mais para possíveis inimigos a espreita. Uma estratégia seria necessária, para dar mais segurança a minha casa, minha família e meu nome. Apesar de ser jovem, meus anos de leitura e estudo militar me tornaram um comandante hábil, geograficamente precisava lançar uma proposta defensiva. Levantei de minha cadeira, quando a discussão começava a tomar conta do local, me dirigi ao armário do lado esquerdo da sala e de dentro peguei um grande pergaminho que ao jogar sobre a mesa se mostrava um Mapa do Continente de Westeros.

- Precisaremos marchar com no mínimo mil homens, e espalhar estrategicamente eles pela fronteira até Hayford. O momento é frágil, temos que montar uma defesa em volta do Rochedo, enquanto não estarei aqui para comandar. - Aguardava sugestões.

HP: 650/650
ST: 600/600
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Willem Lannister

avatar

Casa : Lannister
Local de Nascimento : Rochedo Casterly
Mensagens : 50
Data de inscrição : 23/06/2016

MensagemAssunto: Re: Nos portões do berço   24.06.16 23:51

"Se o Rochedo deve ser defendido, Castemere e a fronteira com as terras fluviais devem ser garantidas" - disse, após ouvir seu irmão.
"Sugiro que quinhentos soldados sejam enviados até o acento da casa Reyne, e mais quinhentos até a fronteira em septo pedregoso, próximo as terras da coroa" - Completou, encarando os outros membros da mesa, esperando suas reações.

HP: Same
Stamina: Same
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Besper Reyne
Lorde Reyne | Vassalo
Lorde Reyne | Vassalo
avatar

Casa : Reyne
Local de Nascimento : Castamere
Masculino Mensagens : 101
Data de inscrição : 23/06/2016

MensagemAssunto: Re: Nos portões do berço   25.06.16 0:01

Besper se junta aos outros dois, próximo ao mapa. Sério novamente, ele analisa as posições das tropas com cuidado. Após ambos falarem, ele diz:

[Lorde Reyne]
- Sim, 500 tropas Lannister, mais os 500 soldados Reyne devem ser o bastante para defender toda a fronteira Norte, pelo menos enquanto não possuímos um inimigo estipulado. Outros mil poderiam ficar em Crackehall, mais ao Sul, caso os Tyrell tentem alguma coisa. Sugiro que as outras 1.000 tropas, divididas em Hayford e Septo Pedregoso, sejam compostas unicamente por cavalaria, pois, caso aconteça algo, iremos precisar delas o mais rápido possível. O restante poderia ficar aqui no Rochedo Casterly e em Lannisporto. Os dois estão bem próximos, e se um for atacado, o outro rapidamente poderá ir auxiliá-lo.

Lorde Reyne ergue os olhos, olhando para ambos e esperando sua resposta.

HP: 650/650
ST: 600/600
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Nikola Lannister
Lorde Lannister
Lorde Lannister
avatar

Casa : Lannister
Local de Nascimento : Rochedo Casterly
Masculino Mensagens : 115
Data de inscrição : 24/05/2016

MensagemAssunto: Re: Nos portões do berço   25.06.16 2:01

- Três mil soldados ficarão no Rochedo e suas redondezas, mil seguiram para Lannisporto, formando a defesa Sulista. Quinhentos soldados irão para Castemere, e junto dos leais ao Lorde Reyne formaram a defesa Nortenha. Para fronteira das Terras Fluviais seguirão sob o comando de meu irmão mais quinhentos soldados, tomarei cinquenta destes junto ao Lorde Reyne e partiremos para Porto Real. - Ao passar tais instruções, também movia peças de madeira por cima do mapa, representando as posições exatas onde cada tropa se localizaria. - Certo? Sobre a Campina, não imagino qualquer investida deles para conosco, são aliados de tempos antigos e honrosos cavaleiros.

HP: 650/650
ST: 600/600
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Willem Lannister

avatar

Casa : Lannister
Local de Nascimento : Rochedo Casterly
Mensagens : 50
Data de inscrição : 23/06/2016

MensagemAssunto: Re: Nos portões do berço   25.06.16 3:19

Soava aos ouvidos do jovem como um plano feito.
"Certo, partirei amanha a primeira luz em direção ao dente. Mantenham os corvos prontos, tenho um mal pressentimento sobre o que pode acontecer." - Afirmou, retomando Rugido em sua mão.
Movimentou-se em direção ao estande de parede onde a espada estava posicionada anteriormente. Um criado mudo decorava o canto da sala onde a mesma parede se localizava. Sob ele, a bainha dourada de Rugido estava escorada brandamente.
"Ouça-me rugir" - Sussurrou
Lentamente embainhou novamente a lâmina, o som de aço contra aço invadiu os ouvidos do jovem. Com a lâmina guardada empunhada na mão esquerda, Willem se virou novamente para seus parentes.
"Parece que estamos feitos" - disse, enquanto estendia a mão livre em cumprimento para lorde Royce, e logo em seguida a estenderia também para Nikola - "Sete bençãos" - disse, e partiu em direção para fora da sala, direcionado de volta para o seu aposento.


HP: Same
Stamina: Same
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Besper Reyne
Lorde Reyne | Vassalo
Lorde Reyne | Vassalo
avatar

Casa : Reyne
Local de Nascimento : Castamere
Masculino Mensagens : 101
Data de inscrição : 23/06/2016

MensagemAssunto: Re: Nos portões do berço   25.06.16 3:32

Lorde Reyne ouve os planos elaborados por Nikola. Não concordava muito com os mesmos, mas não poderia questionar. Era seu Lorde suserano, e com certeza sabia melhor do que Besper como comandar um reino. Após a movimentação das peças no mapa, ele olhava para Nikola, e acenava com a cabeça, permanecendo sério. Após terem firmado tudo, Willem encerra a reunião e lhe estende a mão. Prontamente, Besper o cumprimenta, e diz:

[Lorde Reyne]
- Nos veremos logo primo. Enviarei meus homens de volta à Castamere com ordens para obedecer ao senhor, caso seja requisitado.

Então se vira para Nikola e fala:

[Lorde Reyne]
Estarei no pátio senhor, à sua espera.

Então, com um leve aceno de cabeça e um meio sorriso, deixa a sala.

HP: 650/650
ST: 600/600
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Nikola Lannister
Lorde Lannister
Lorde Lannister
avatar

Casa : Lannister
Local de Nascimento : Rochedo Casterly
Masculino Mensagens : 115
Data de inscrição : 24/05/2016

MensagemAssunto: Re: Nos portões do berço   25.06.16 3:44

Cumprimentava meus irmãos, e sem pronunciar nenhuma palavra apenas assista ambos deixarem a sala. Após isso, me direcionava a Dor e embainhava ela do lado esquerdo. - Que os Deuses Antigos nos ajudem.

HP: 650/650
ST: 600/600
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Nos portões do berço   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Nos portões do berço
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» [Regra] Hachimon Tonkou - Portões de Chakra
» Portão de Suna
» Portões de Konoha
» [KONOHA - Entrada/Saída] Portão de Konoha
» A Noite Sem Fim - Serenata para a Eternidade (Crônica Oficial)

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Guerra dos Tronos :: Westeros :: As Terras Ocidentais :: Rochedo Casterly-
Ir para: